Angical - PI

Sancionada lei que fixa subsídio do prefeito de Angical do Piauí

Esses valores poderão ser alterados por lei, já que todo ano será realizada uma revisão geral anual.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

A prefeita de Angical do Piauí, Maria Neta (PR), sancionou as leis de nº 570 e de nº 571, de 14 de setembro, que fixa o subsídio do prefeito (a) que for eleito (a) para o mandato em 2017, assim como o do vice, secretários e vereadores.

  • Foto: Teresina DiárioMaria Neta, prefeita de AngicalMaria Neta, prefeita de Angical

Com a lei, o subsídio mensal do prefeito ficará no valor de R$ 10 mil, sendo que o vice receberá R$ 5 mil, já para os secretários municipais e demais cargos equivalentes, desde que qualificado como agente público, receberá um valor correspondente a R$ 2.500 mil.

No caso dos vereadores o valor é de R$ 3.500 mil, mas para o presidente da Câmara o subsídio é bem maior, sendo no valor de R$ 5.700 mil. Os efeitos das leis serão aplicados a partir do dia 1º de janeiro 2017. Esses valores poderão ser alterados por lei, já que todo ano será realizada uma revisão geral anual. Os subsídios deverão ser baseados de acordo com o orçamento do município.

Eleições

Neta Santos está disputando a reeleição e encabeça a chapa “Somos todos Angical”, formada pelo PSDB, PSB, PSD, PMDB, PTB, PRB, PP, PRTB ,PRP e PTC. Ela disputa contra Jorge Lopes (PROS), da coligação “Juntos com o Povo. Mudança Já”, que é formada pelo PDT, PT, PSC e PHS.

Mais conteúdo sobre: