Picos - PI

Secretário Armínio Carvalho explica corte de árvores em praça

A praça vai passar por uma reforma sendo necessária a retirada de algumas árvores. No entanto, alguns moradores do município manifestaram ser contra o corte das árvores.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

A Prefeitura Municipal de Picos, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, divulgou nota de esclarecimento, nesta sexta-feira (11), acerca da polêmica envolvendo a reforma da Praça Félix Pacheco.

A praça vai passar por uma reforma sendo necessária a retirada de algumas árvores. No entanto, alguns moradores do município manifestaram ser contra o corte das árvores.

De acordo com a nota, o projeto de reforma prevê a retomada da estrutura original da praça, inaugurada no início dos anos 1940, com rebaixamento dos canteiros, e isso implicará no desabamento de árvores de raízes rasas, plantadas após a elevação desses canteiros, no período posterior à ditadura militar.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Francisco Armínio de Carvalho SousaFrancisco Armínio de Carvalho Sousa

Em entrevista ao GP1, o secretário do Meio Ambiente, Armínio Carvalho, contou que apenas algumas árvores foram retiradas da praça. “Algumas árvores, porque não foram todas, é importante ressaltar isso, foram suprimidas apenas as árvores frutíferas no caso os pés de castanhola e o nim indidano, as demais árvores nativas que estão plantadas há muito mais tempo permaneceram”, afirmou.

“Essas árvores foram retiradas porque foram plantadas após o levantamento desses canteiros, no início do ano 2000. A raiz do pé de castanhola é bastante rasa e com o rebaixamento automático dos canteiros, as árvores iriam desabar, e poderiam provocar algum acidente, então foi por isso que houve a necessidade de fazer a supressão dessas árvores”, explicou.

Ainda de acordo com o secretário, existe um projeto, uma autorização para que seja feita a supressão dessas árvores que serão substituídas por outras.

Confira abaixo a nota na íntegra:

A Prefeitura Municipal de Picos (PMP), através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM), vem a público esclarecer sobre as árvores da Praça Félix Pacheco. O projeto de reforma do local prevê a retomada da estrutura original da praça, quando da sua inauguração no início dos anos 1940, com rebaixamento dos canteiros, o que implicará no desabamento de árvores de raízes rasas, plantadas após a elevação desses canteiros, no período posterior à ditadura militar.

Com respaldo de técnicos ambientais, essas árvores serão substituídas, tais como Nim Indiano e Castanhola. Nenhuma delas é tombada. Além disso, a administração municipal ressalta que permanecerão as árvores nativas mais antigas, além de serem plantadas outras, como Oitis, Oiticica e Carnaúba.

A prefeitura reitera que está realizando a obra com responsabilidade e zelo pelo meio ambiente, assim como pelo bem-estar da comunidade.