Teresina - PI

Sefaz atrasa emissão de IPVA no Piauí e causa transtornos à população

O GP1 procurou a Secretaria de Estado da Fazenda do Piauí que se pronunciou por meio de nota, informando que o problema já foi parcialmente corrigido.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Quem precisa regularizar a documentação veicular junto a Secretaria de Estado da Fazenda do Piauí (Sefaz-PI) está tendo muita dor de cabeça e constrangimento por conta da instabilidade no sistema do órgão, que é responsável pela gerência do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) no estado.

Nas últimas semanas, o GP1 tem acompanhado as reclamações de proprietários que estão precisando transferir ou emplacar veículos, mas esbarram na instabilidade de informações entre a base de dados da Sefaz com o Detran- PI. Uma das consequências é que muitos condutores estão sendo penalizados com multas, por não estarem com seus documentos.

Ocorre que depois de efetuar o pagamento das taxas exigidas para dar entrada no pedido de transferência, por exemplo, o usuário é informado que as taxas permanecem pendentes de pagamento e, muitas vezes, surgem pendências anteriores à data de fabricação do veículo, como aconteceu com o técnico em Administração, Alexandro Sousa.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Alexsandro SousaAlexsandro Sousa

“Eu comprei uma moto Honda Titan, modelo 2018, no ano passado e estou fazendo a transferência. Devido a pandemia houve esse atraso no Detran, mas eu fiz a vistoria, paguei o IPVA 2020 e quando eu tentei fazer a mudança de placa fui informado na Sefaz sobre um débito referente ao ano de 2018, sendo que no Detran não há nenhuma taxa referente a esse débito. Para que eu possa receber o novo documento da minha moto é preciso agora dar baixa do IPVA 2018, mas não consta no Detran. Nessa ida e vinda para a Sefaz eu estou desde quarta-feira (02). Hoje eu perdi a manhã inteira por conta do sistema que estava fora do ar”, reclamou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1SefazSefaz

Constrangimento

“Eu fico decepcionado, pois é a quarta vez que eu tento fazer a transferência. Eu já realizei tudo, inclusive a vistoria, e quando eu cheguei ao Detran fui informado que constava esse débito da Sefaz. Então eu estou vindo hoje, novamente, mesmo depois de ter feito todos os pagamentos”, desabafou o técnico em Administração.

Felipe Mateus é cobrador e está na mesa situação. No caso dele, o pagamento do IPVA foi realizado no mês de agosto e, ainda assim, o débito continua no sistema como se não tivesse sido pago. “O IPVA que eu paguei há um mês nunca caiu no sistema da Fazenda e mandaram eu ir até a Sefaz para dar baixa, mas esse pagamento tinha que ter sido resolvido pela própria Sefaz, já que no Detran está tudo certo. Essa é a segunda vez que eu venho na Sefaz apenas hoje. Eu sou cobrador e preciso trabalhar com meu veículo regular”, explicou.

O que diz a Sefaz

O GP1 procurou a Secretaria de Estado da Fazenda do Piauí que se pronunciou por meio de nota, informando que o problema já foi parcialmente corrigido.

Confira a nota na íntegra

“A Secretaria de Fazenda do Piauí informa que o problema de sincronia com o sistema do Detran já foi corrigido, no entanto, o processamento de todos os pagamentos se dará ao longo do dia devido à demanda.”

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Usuários do Detran denunciam instabilidade no sistema da Sefaz-PI

Usuários do Detran-PI denunciam instabilidade no sistema da Sefaz

Mais conteúdo sobre: