Teresina - PI

Senador Elmano Férrer nega rompimento com João Vicente Claudino

“Não existe rompimento com ex-senador João Vicente. Continuamos sendo amigos, parceiros e nos respeitando muito", disse Férrer.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

A decisão do senador Elmano Férrer de deixar o Podemos para se filiar ao Progressistas, ainda está rendendo no meio político. Análises de bastidores apontam para um rompimento entre Férrer e o ex-senador João Vicente Claudino (presidente do PTB do Piauí) que, aliás, teceu críticas ao senador pela decisão de migrar para o PP.

O GP1 conversou com o mais novo progressista sobre o assunto e Elmano afirmou que embora atualmente estejam em campos políticos distintos, não existe rompimento entre eles.

“Não existe rompimento com ex-senador João Vicente. Continuamos sendo amigos, parceiros e nos respeitando muito. Como eu já havia dito, eu respeito e acho natural a opinião dele. Estamos em partidos diferentes, mas isso não nos coloca como adversários. A política é muito dinâmica e muitas vezes o que definimos hoje pode não se manter amanhã”, ponderou Férrer.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Senador Elmano Ferrer Senador Elmano Ferrer

Em entrevista ao GP1 nessa semana, JVC disse que Elmano banalizou a mudança de partido haja vista que era quarta sigla que o senador se filiava em apenas seis anos de Senado.

"Seis anos de mandato do Elmano, é o quarto partido dele. Eu com 20 anos na política só tive dois partidos. Mudança de partido não acho uma coisa banal e ele banalizou. Acho que tudo tem que ter justificativas plausíveis. Eu não tomo minhas decisões políticas desta maneira. Porém, cada um tem que arcar com suas decisões”, disse João Vicente na oportunidade.

Lados opostos

João Vicente e Elmano estão declaradamente em lados opostos na política, situação inédita. Historicamente os dois sempre andaram na mesma trincheira, diferente de agora. No plano estadual JVC está alinhado com o governador Wellington Dias (PT), diferente de Férrer que hoje é do grupo do senador Ciro Nogueira, dirigente nacional do PP.

Na disputa de Teresina, esse cenário se repete. PTB está com o PL de Fábio Abreu e o Progressistas segue unido com o PSDB, do prefeito da Capital, Firmino Filho.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

JVC critica Elmano e diz que senador banalizou mudança de partido

Elmano Férrer diz que críticas de João Vicente Claudino são naturais

Filiação de Elmano ao PP reforça grupo para 2022, diz Júlio Arcoverde