Inhuma - PI

Silva Júnior rebate críticas de garoto sobre transporte escolar em Inhuma

De acordo com a nota da prefeitura, o garoto de 12 anos que reclama do transporte escolar do município não é usuário do sistema e é matriculado em uma escola vizinha à sua residência.

Andressa Martins
Teresina

O prefeito Antonio Rufino da Silva Júnior, do município de Inhuma, enviou direito de resposta à matéria ‘Garoto de 12 anos pede que prefeito de Inhuma não seja mais candidato’, publicada no GP1 na última quinta-feira (12). Inhuma fica a 245 quilômetros da capital Teresina.

De acordo com a nota da prefeitura, o garoto de 12 anos que reclama do transporte escolar do município não é usuário do sistema e é matriculado em uma escola vizinha à sua residência.

  • Foto: Prefeitura de InhumaPrefeito Silva JúniorPrefeito Silva Júnior

“Cabe destacar que o aluno que aponta irregularidade no transporte escolar do município, não é usuário do sistema, uma vez que o mesmo é matriculado na Escola Municipal Dr. Ezequias Costa e reside na vizinhança, distante aproximadamente 35 metros”, diz a nota.

Na nota oficial o prefeito Silva Júnior diz ainda que “com base em decisões judiciais a oferta do transporte escolar deverá ser fornecida aos alunos quando a distância entre a residência e a escola ou entre àquela e o ponto de embarque/desembarque de transporte escolar for superior a 2km, independentemente de residirem na zona urbana ou rural”.

O prefeito frisou ainda que recebe mensalmente R$ 14.555,00 (catorze mil quinhentos e cinquenta e cinco reais) do Governo Federal para transporte escolar, mas que a prefeitura conta com 46 veículos licitados e seis do próprio município.

Sobre as acusações de atrasos de salários, o prefeito nega que haja inadimplência. Silva Júnior disse que “não mede esforços para honrar com sua obrigação junto aos servidores do município, efetuando o pagamento sempre no último dia útil do mês”.

Confira a nota na íntegra

  • Foto: Prefeitura de InhumaNota da Prefeitura de InhumaNota da Prefeitura de Inhuma

Entenda o caso

Herbert Leal Sousa, de apenas 12 anos, gravou um vídeo no último dia 6 de setembro caminhando em uma estrada carroçal na zona rural do município. Segundo o relato do garoto, ele precisa caminhar 30 minutos para chegar até sua escola. Na ocasião, Herbert acusa o prefeito Silva Júnior de atraso de salários e reclama do transporte escolar.

NOTÍCIA RELACIONADA

Garoto de 12 anos pede que prefeito de Inhuma não seja mais candidato

Mais conteúdo sobre: