Cocal de Telha - PI

Sindicato denuncia prefeita Ana Célia por atraso em pagamentos

"O presidente do sindicato explicou que apesar do comprometimento da prefeita em pagar os valores devidos aos servidores, até o momento não teria sido tomada nenhuma previdência nesse sentido", disse.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

Raimundo Nonato da Silva, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cocal de Telha, denunciou a prefeita de Ana Célia da Costa Silva por irregularidades no pagamento do piso nacional do magistério.

A denúncia foi apresentada no dia 31 de janeiro no Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI), por problemas no piso nacional do magistério referente ao exercício de 2016, destacando que ele começou a ser pago em abril de 2016, faltando ser paga a diferença financeira dos meses de janeiro, fevereiro e março.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Tribunal de Contas do EstadoTribunal de Contas do Estado

“A gestora encaminhou um ofício a esta entidade se comprometendo a pagar tal diferença até o dia 20 de dezembro de 2016, sob a alegação de que o município estava impossibilitado de efetuar tais pagamentos, pois o mesmo estava gastando acima do limite permitido pela LRF com folha de pagamento. Porém quando findou o prazo estipulado pela gestora para efetuar os referidos pagamentos, que não foram realizados. O Sindicato cobrou explicações e a resposta que obteve foi que os citados pagamentos seriam realizados com recursos da repatriação, que seriam feitos pela próxima gestão e que já iriam ficar empenhados”, explicou Raimundo na denúncia.

O presidente do sindicato explicou que apesar do comprometimento da prefeita em pagar os valores devidos aos servidores, até o momento não teria sido tomada nenhuma previdência nesse sentido e por isso ele pede uma intervenção do Tribunal de Contas do Estado.

Segundo Raimuldo, o município recebeu recentemente R$ 1,6 milhão, valor que daria para pagar o que a prefeitura está devendo aos servidores. "Solicito desta corte providências no sentido de regularizar a situação dos citados pagamentos, tendo em vista que os recursos que entraram nos cofres do município de Cocal de Telha foram mais que suficientes para cumprir todas as obrigações financeiras com seus funcionários”, finalizou.

Outro lado

Procurada pelo GP1 nesta sexta-feira (10), a prefeita não foi localizado para comentar a denúncia.