Brasil

SNJ quer permitir que jovens viajem de graça em voos comerciais

Esse tipo de benefício já acontece na prática com a compra de passagens de ônibus, trem e barco interestadual.

Vitória Vivian
Teresina
- atualizado

A Secretaria Nacional da Juventude (SNJ) está trabalhando na elaboração de um projeto que permite que jovens de baixa renda com até 29 anos tenham direito a gratuidade e a meia-entrada em transportes aéreos domésticos.

Esse tipo de benefício já acontece na prática com a compra de passagens de ônibus, trem e barco interestadual e é limitado a duas vagas gratuitas e duas com descontos de até 50%. O projeto também prevê que o desconto chegue a bilhetes de ônibus executivos. Em 2017, já foram expedidos 324,9 mil bilhetes gratuitos e 63,6 mil meias passagens concedidas no âmbito do programa.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Aeroporto de TeresinaAeroporto de Teresina

Contudo, a iniciativa é contestada pela Abrati (associação das aviações) que movimenta uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF), contra a medida. "O segmento está em desespero por conta do benefício. A primeira reação a isso é uma redução de investimentos, a frota fica mais velha", explicou o presidente da associação, Eduardo Tude.