Barreiras do Piauí - PI

TCE aceita denúncia contra gestão do ex-prefeito Divino Alano

Foi feito o julgamento de denúncia do Sindicato dos Servidores Municipais de Barreiras do Piauí, noticiando o atraso no pagamento dos salários dos servidores.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) julgou procedente denúncia com medida cautelar contra a prefeitura municipal de Barreiras do Piauí no ano de 2016, na gestão do ex-prefeito Divino Alano Barreira Seraine.

Foi feito o julgamento de denúncia do Sindicato dos Servidores Municipais de Barreiras do Piauí, noticiando o atraso no pagamento dos salários dos servidores, ocasião em que pediu ao TCE o bloqueio das contas do município objetivando resguardar valores para efetuar os pagamentos pertinentes aos meses de agosto, setembro e outubro de 2016.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Tribunal de Contas do EstadoTribunal de Contas do Estado

Nas informações prestadas por Divino Alano no sistema Sagres Folha, o setor técnico do TCE encontrou divergências entre o que foi efetivamente pago e o que foi declarado pelo gestor na ocasião.

A denúncia foi então julgada procedente e foi expedida recomendação para que o atual prefeito, Maurício Neto, mais conhecido como Mauricin, realize os pagamentos dos servidores municipais dentro do prazo legal e os conselheiros decidiram pelo apensamento deste processo aos autos da prestação de contas, exercício de 2016, para que repercuta de forma negativa.

Os conselheiros ainda determinaram a expedição de comunicação ao promotor de justiça da comarca para que adote as medidas que entender cabíveis, deixando para aplicar multa, se for o caso, quando da análise das contas dos referidos município e exercício. A decisão é do dia 14 de dezembro.