Porto - PI

TCE reprova contas e aplica multa ao ex-prefeito Manin Geronço

Os conselheiros ainda decidiram aplicar multa no valor de 3.300 UFR-PI, equivalente a R$ 11.286 mil, que será recolhida ao Fundo de Modernização do Tribunal de Contas.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) reprovou as contas de gestão e de governo do ex-prefeito de Porto, Francisco Geronço, mais conhecido como Manin Geronço, referente ao exercício financeiro de 2016.

Na decisão os conselheiros levaram em consideração as irregularidades relacionadas a ausência de compatibilidade entre as informações enviadas mediante o SAGRES e a documentação complementar da despesa, além da ausência de comprovação da publicação na imprensa oficial de extrato aditivo e atraso na apresentação da prestação de contas dos meses de janeiro, fevereiro, março, abril, maio, julho, agosto, outubro, novembro e dezembro de 2016.

  • Foto: Facebook/Manin GeronçoEx-prefeito Manin GeronçoEx-prefeito Manin Geronço

Os conselheiros decidiram então pela emissão de parecer pela emissão de parecer pela reprovação das contas de governo e pela reprovação das contas de gestão de 2016. Os conselheiros ainda decidiram aplicar multa no valor de 3.300 UFR-PI, equivalente a R$ 11.286 mil, que será recolhida ao Fundo de Modernização do Tribunal de Contas.

Participaram do julgamento os conselheiros Kleber Dantas Eulálio, Jackson Nobre Veras e Alisson Felipe de Araújo, além do representante do Ministério Público de Contas, a procuradora Raïssa Maria Rezende de Deus Barbosa. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Tribunal de Contas do Estado do Piauí do dia 19 de fevereiro.