Morro Cabeça no Tempo - PI

TCE vai julgar denúncia do prefeito Batista contra Marcelo Granja

Márcio André Madeira de Vasconcelos, procurador do Ministério Público de Contas, apresentou parecer se manifestando pela procedência parcial da denúncia.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) vai julgar na próxima quarta-feira (02) denúncia do prefeito de Morro Cabeça no Tempo, Antônio Carlos Batista de Figueiredo, e Clemilson Lopes que foi o coordenador da Equipe de Transição do Município contra o ex-prefeito Marcelo Granja.

A denúncia foi apresentada ainda em 2016, após ele ser eleito prefeito. Na ocasião, ele afirmou que após Marcelo Granja ser derrotado nas eleições, teria praticado diversas ilegalidades como descaso com o patrimônio público, contratação irregular de funcionário, má execução dos convênios federais, entre outras coisas. Além disso, ele teria colocado obstáculos aos trabalhos da equipe de transição na obtenção de informações sobre a situação da prefeitura.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Tribunal de Contas do EstadoTribunal de Contas do Estado

Em sua defesa o ex-prefeito afirmou que o “denunciante elenca um rol de medidas a serem adotadas contra a Administração Municipal, dentre elas a verificação de supostos desvios de conduta, que restauram demonstrada que não procedem e, a realização de auditoria e a realização de fiscalização in loco nas obras realizadas, como recente feita por essa Corte de Contas, em que pode perceber que todos os contratos foram necessários e pertinentes para, sobretudo, conceder bem estar e mais dignidade a população Morrense”.

Márcio André Madeira de Vasconcelos, procurador do Ministério Público de Contas, apresentou parecer se manifestando pela procedência parcial da denúncia, para que seja aplicada multa e para que ela repercuta de forma negativa na prestação de contas do ano de 2016.