Santa Luz - PI

TCE vai julgar representação contra o prefeito Cidelton Cunha

A representação foi devido a um atraso na prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2018.

Bárbara Rodrigues
Teresina

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) vai julgar na próxima quinta-feira (12) uma representação do Ministério Público de Contas contra o prefeito de Santa Luz, Cidelton Cunha, pedindo o bloqueio das contas bancárias.

A representação foi devido a um atraso na prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2018. O TCE chegou a conceder uma medida cautelar onde determinou o bloqueio das contas até que o prefeito regularizasse a situação. Posteriormente aconteceu o desbloqueio, pois a documentação foi apresentada.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Tribunal de Contas do EstadoTribunal de Contas do Estado

Em sua defesa o prefeito afirmou que “os atrasos ocorreram devido ao fato do secretário de Finanças não possuir chave de acesso a algumas contas bancárias. Assim o secretário tinha que se deslocar de Santa Luz para Bom Jesus e até para Teresina, onde fica localizada a agência da Caixa Econômica Federal para solicitar os referidos extratos bancários, para então poder enviar a esta Corte de Contas, o que ocasionou atraso nas prestações de contas em apenas três meses do exercício de 2018. Já de posse dos citados documentos, os mesmos foram encaminhados via Documentação Web, de modo que, atualmente a situação se encontra regularizada”.

O procurador do Ministério Público de Contas, Leandro Maciel, explicou que mesmo que a situação tenha sido regularizada, a irregularidade aconteceu e que por isso deve ser aplicada uma multa.