Brasil

Temer anuncia força-tarefa para cuidar de imigração em Roraima

A reunião aconteceu a portas fechadas no Palácio Senador Hélio Campos sede do governo de Roraima.

DÉBORA DAYLLIN
DE TERESINA

- atualizado

O presidente Michel Temer viajou nesta segunda-feira (12), para Boa Vista, capital de Roraima, onde se reuniu com a governadora do estado, Suely Campos (PP), e discutiu a questão da imigração de venezuelanos para o Brasil. Pela proximidade com a Venezuela, Boa Vista é o destino mais procurado pelos refugiados.

  • Foto: Ianê Brandão/G1Reunião no Palácio do governo de Roraima Reunião no Palácio do governo de Roraima

O presidente anunciou que vai criar uma força-tarefa para lidar com a imigração em massa dos venezuelanos para Roraima. A reunião aconteceu a portas fechadas no Palácio Senador Hélio Campos.

Segundo o G1, no discurso, o presidente falou sobre os impactos da imigração desordenada de venezuelanos para o estado, afirmou que deve editar uma medida provisória sobre o assunto até quinta-feira (15) e que vai garantir recursos para o estado. Ele não precisou quanto irá destinar para Roraima.

"Será uma coordenação federal em conjunto com estado para solucionar essa questão que aflige Roraima e todo o território brasileiro. Para tanto, quero editar talvez na quarta, ou no mais tardar na quinta, uma MP que tratará desse assunto. Não faltará recursos para solucionar essa questão dos venezuelanos, tanto no aspecto humanitário como a solução pro estado de Roraima", declarou o presidente.

A Prefeitura de Boa Vista afirmou que há cerca de 40 mil venezuelanos só na capital do estado. No ano passado, foram quase 18 mil pedidos de refúgio, de acordo a Policia Federal. A situação na região pode se agravar, já que a Colômbia deu início, na última sexta-feira (9), a novos procedimentos de controle migratório na fronteira com a Venezuela.

Veja o que foi anunciado na reunião

Dobrar efetivo do exército na fronteira;

Hospital de campanha na fronteira;

Centros de triagem em conjunto com municípios e estado;

Recursos para Roraima lidar com a imigração;

Medida Provisória sobre a questão;

Deslocamento dos imigrantes para outros estados;

Manifestação

Manifestantes se reuniram em frente ao palácio portando cartazes e bandeiras e gritando “Fora Temer”. A comitiva da Presidência, formada pelos ministros da Justiça, Torquato Jardim, e da Defesa, Raul Jungmann, foi vaiada pelos manifestantes, quando entrou pela frente do prédio. O presidente, no entanto, acessou o Palácio por uma entrada privativa. O senador Romero Jucá (PMDB-RR) também participou da reunião.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB