Teresina - PI

TJ nega liberdade a acusado de estuprar filha de 14 anos em Teresina

A decisão foi divulgada no Diário Oficial de Justiça no último dia 19 de março deste ano.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

A 2ª Câmara Especializada do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) negou o pedido de habeas corpus feito pela defesa de Mauro César de Jesus, acusado de estuprar sua própria filha, de 14 anos do dia 31 de dezembro de 2019. A decisão foi divulgada no Diário Oficial de Justiça no último dia 19 de março deste ano.

O relator da decisão foi o desembargador Joaquim Dias de Santana Filho. Nos autos foi destacado que a prisão preventiva do acusado se encontra fundamentada no princípio da garantia da ordem pública e da instrução criminal, pois o crime se trata de estupro de vulnerável, tendo como vítima sua própria filha.

“O decreto de prisão preventiva encontra-se fundamentada na garantia da ordem pública e da instrução criminal, uma vez que se trata de estupro praticado pelo genitor em face de sua filha, desde que a infante tinha oito anos de idade”, destacou o desembargador.

Prisão preventiva

A juíza Junia Maria Feitosa Bezerra Fialho, da Comarca de Núcleo de Plantão de Teresina, decretou a prisão preventiva do acusado no dia 1º de janeiro deste ano. Em sua decisão, a magistrada apontou que o crime de violência sexual contra crianças é grave, hediondo e caso o acusado estiver solto, pode causar sério constrangimento a vítima de apenas 14 anos.

“O crime de violência sexual contra crianças é gravíssimo, hediondo, coloca em pânico toda a sociedade e quem se propõe a participar dessa modalidade de empreitada criminosa demonstra frieza de caráter e ausência de freios morais, que fazem presumir ser grande a probabilidade de uma vez em liberdade, continuar abalando a ordem pública com a prática de novos crimes da mesma natureza ou ainda mais graves. No caso concreto o autuado se solto, poderia implicar em sérios constrangimentos à vítima, havendo necessidade de manutenção de sua custódia, não apenas para garantia da ordem pública, como também para assegurar a instrução penal”, apontou.

Entenda o caso

Mauro César de Jesus foi preso em flagrante no dia 31 de dezembro acusado de estuprar sua própria filha, uma adolescente de 14 anos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Juíza decreta preventiva de acusado de estuprar filha em Teresina

Pai é preso acusado de estuprar a filha de 14 anos em Teresina

Mais conteúdo sobre: