Piauí

TJ-PI afasta tabeliã de Demerval Lobão e Monsenhor Gil

A decisão do vice-corregedor Oton Mário José Lustosa Torres foi publicada na edição de ontem (09) do Diário da Justiça. 

Gil Sobreira
Teresina
- atualizado

A tabeliã interina Gonçala Ferreira da Silva, responsável pelas serventias Extrajudiciais de Demerval Lobão e Monsenhor Gil vai ser substituída por determinação do vice-corregedor geral do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Oton Mário José Lustosa Torres, por quebra de confiança.

Relatório de irregularidades constatadas em inspeção fiscal aponta atrasos nas prestações de contas, desobediência às decisões do conselho de administração do Fermojupi , ausência de bens afetados aos serviços prestados na serventia e retiradas de valores da conta de provisionamento trabalhista.

O vice-Corregedor acolheu parecer nº 3255/2019 - PJPI/CGJ/GABVICOR e declarou a quebra de confiança: “No caso em apreço, a Requerida Gonçala Ferreira da Silva, enquanto responsável interina, descumpriu diversas obrigações legais, bem como não gerenciou da forma devida as contas da serventia e, ainda, inobservou os princípios da moralidade e legalidade ao tratar com a coisa pública”.

O vice-corregedor determinou a notificação dos delegatários titulares nos municípios de Teresina (PI), e Beneditinos (PI), para informarem, no prazo de 05 (cinco) dias, o eventual interesse em responder interinamente pela Serventia Extrajudicial de Demerval Lobão. E, no mesmo prazo, a notificação do delegatário titular no município de Beneditinos, para informar se tem interesse em responder interinamente pela Serventia Extrajudicial do Ofício Único de Monsenhor Gil.

A decisão do vice-corregedor foi publicada na edição de ontem (09) do Diário da Justiça. A tabeliã já está afastada de suas funções.

Outro lado

A tabeliã não foi localizada pelo GP1.