Saúde

Tratamento com hidroxicloroquina reduz em 7 vezes internações por covid

Pesquisa divulgada pelo International Journal of Antimicrobial Agents mostra que a combinação do medicamento com azitromicina e zinco também reduz a mortalidade de pacientes.

Thais Guimarães
Teresina
- atualizado

Pesquisa divulgada pelo International Journal of Antimicrobial Agents na última segunda-feira (26) aponta que um experimento mostrou eficácia da hidroxicloroquina no tratamento precoce da covid-19. Os pacientes que participaram do estudo ingeriram uma dose baixa do medicamento, acompanhado de zinco e azitromicina.

De acordo com a pesquisa, com a combinação de hidroxicloroquina, zinco e azitromicina, sete vezes menos pacientes precisaram de internação, em comparação com aqueles que não ingeriram os medicamentos já citados.

Ainda segundo o estudo, a mortalidade também caiu bruscamente no experimento: houve uma morte no grupo que tomou os remédios contra 13 naqueles que não os recebeu.

Por fim, a pesquisa mostrou que nenhum dos pacientes tratados com a medicação sentiu efeitos colaterais relacionados ao coração, a principal preocupação dos especialistas em saúde quando se trata do uso de hidroxicloroquina relacionado à covid-19 (coronavírus).