Política

TRE define que eleições em Macapá serão em 13 e 27 de dezembro

Novo calendário precisa ser aprovado pelo TSE, que já confirmou o adiamento da votação

Por  Estadão Conteúdo
- atualizado

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amapá decidiu nesta sexta-feira, 13, realizar os dois turnos das eleições municipais de Macapá nos dias 13 e 27 de dezembro. O novo calendário precisa ainda ser aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Na quinta-feira, 12, a Justiça acatou adiar a votação devido ao apagão em 13 municípios do Estado, incluindo a capital, que sofrem com problemas de fornecimento de energia. Na quinta-feira, 12, o TSE confirmou a decisão do presidente da Corte, ministro Luís Roberto Barroso, que suspendeu as eleições municipais em Macapá ‘até que se restabeleçam as condições materiais e técnicas para a realização do pleito, com segurança da população’. Durante a sessão desta sexta-feira, o juiz Jucelino Fleury Neto defendeu a imparcialidade da corte e da decisão sobre se adiar as eleições.

“A prorrogação não foi pra atender interesses políticos, mas para preservação da população”, disse. O juiz Marcus Quintas também reforçou o discurso. “Essa decisão foi pautada única e exclusivamente por dados técnicos”, disse Quintas. “O fator segurança foi preponderante para que tomássemos essa decisão."

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Eleição em Macapá só será realizada quando houver condições, diz Barroso

Nas ruas de Macapá, apagão agrava clima de insegurança

Mais conteúdo sobre: