Mundo

Trump diz que ataque com mortos no Texas não é problema de ‘armas’

Presidente dos EUA fez comentário durante entrevista coletiva no Japão.

Nayrana Meireles
Teresina
- atualizado

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta segunda-feira (06), que o ataque que deixou 26 mortos e 20 feridos no Texas é resultado de um “problema de saúde mental” e que não envolve as leis que permitem o comércio de armas no país.

De acordo com informações do G1, ao ser questionado sobre o ataque durante uma coletiva de imprensa no Japão, o presidente dos EUA atribuiu a ação a "um indivíduo muito perturbado, com muitos problemas". "Temos um monte de problemas de saúde mental em nosso país, mas não é uma situação imputável às armas", declarou. “É um problema de saúde mental no mais alto nível. É um evento muito, muito triste".

  • Foto: REUTERS/Kiyoshi Ota/PoolDonald TrumpDonald Trump

Após um atirador matar 59 pessoas e deixar mais de 500 feridas em Las Vegas, Trump classificou o autor, Stephen Paddock, como um “indivíduo muito, muito doente”, mas afirmou que as leis norte-americanas que permitem a posse de armas seriam discutidas com o passar o tempo.

Mais conteúdo sobre: