Eleições 2020

TSE une Caio Coppolla e Gabriela Prioli em campanha contra polarização

O Tribunal Superior Eleitoral lançou a última campanha para as eleições deste ano, a favor do voto consciente e contra a polarização no debate político, com o slogan “Fique do lado da democracia”.

Thais Guimarães
Teresina
- atualizado

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou, neste domingo (08), a última campanha para as eleições municipais deste ano, a favor do voto consciente e contra a polarização no debate político, com o slogan “Fique do lado da democracia”. Estrelando a campanha, duas figuras consideradas antagônicas: os jornalistas e comentaristas Caio Coppolla e Gabriela Prioli, ambos da CNN Brasil, que já protagonizaram diversos debates acalorados.

Em um dos vídeos da campanha, Gabriela Prioli inicia falando. “Quem pensa diferente de mim, não é meu inimigo”, afirma a jornalista, seguida por Caio Coppolla. “Podemos discordar em muitos assuntos, mas conhecemos a importância da democracia”, pontua o apresentador.

  • Foto: Reprodução/InstagramCaio Coppolla e Gabriela PrioliCaio Coppolla e Gabriela Prioli

Os vídeos serão veiculados nas rádios e TVs de todo o Brasil e nas redes sociais da Justiça Eleitoral até o fim do segundo turno, dia 29 e novembro. Neles, o TSE mostra, de maneira simples e objetiva, as informações que o eleitor deve buscar antes de tomar a decisão do voto. Dentre as recomendações, estão a de conhecer o histórico dos candidatos, bem como checar dados sobre o partido político ou coligação, as propostas e os recursos utilizados em campanha.

Para facilitar o acesso a tais informações, o cidadão poderá consultar, pelo computador ou celular, a plataforma DivulgaCandContas, que reúne dados sobre candidaturas e contas eleitorais. A página do DivulgaCandContas também disponibiliza biografias, currículos e outros conteúdos pertinentes para consulta e que podem ser decisivos na hora de escolher um candidato.

O TSE destacou que Caio Coppolla e Gabriela Prioli não receberam cachê para participarem da campanha.