Piripiri - PI

Vazamento de líquido perigoso assusta funcionários de empresa na BR 343

O líquido denominado Peróxido de Hidrogênio, ao entrar em contato com a pele, olhos ou mucosa, gera ardor e queimaduras profundas.

Liane Cardoso
Teresina
- atualizado

Na noite desta quinta-feira (31), por volta de 20h, foi detectado alguns focos de incêndio em uma empresa de processamento do pó da carnaúba, localizada na BR 343, próximo ao posto da PRF em Piripiri. O vazamento de um produto perigoso, ocasionou o incidente.

O Corpo de Bombeiros foi acionado pelos funcionários da empresa, informando que se tratava de um princípio de incêndio no local. “Quando nós chegamos, constatamos que os focos de incêndio, eram consequência do vazamento de um produto perigoso. No primeiro momento não sabíamos de qual produto se tratava. Porém, quando a gerente da empresa chegou, relatou que se tratava do Peróxido de Hidrogênio”, afirmou o tenente Humberto, do Corpo de Bombeiros de Piripiri.

  • Foto: Divulgação/Corpo de BombeirosLocal onde é estocado o líquido perigosoLocal onde era estocado o líquido perigoso

Ele ressaltou ainda que essa substância é bastante inflamável e corrosiva. “Se entrar em contato com a pele, olhos ou mucosa, gera ardor e queimadura. Outro problema desse produto é que armazenado, ele se apresenta na forma líquida, mas quando em contato com a atmosfera, se transforma em gás, tornando mais complicada sua contenção”, disse o bombeiro.

Foi comprovado também que esse produto não reage bem com água, então foi realizado o combate inicial com areia. Após o ambiente ficar menos saturado, os bombeiros entraram no local e contiveram o recipiente que estava gerando o grande vazamento. A empresa voltou ao funcionamento normal, mas posteriormente será feito uma avaliação da parte estrutural.

Mais conteúdo sobre: