Piauí

Vereador Reginaldo Gomes é preso na Operação Blindado

O objetivo da operação é combater uma organização criminosa especializada em roubos a carro forte no sul do Piauí.

Brunno Suênio
Teresina

A Polícia Civil do Estado do Piauí, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado - GRECO, deflagrou na manhã de ontem (03) a Operação Blindado, com o objetivo de combater uma das maiores quadrilhas especializada em roubos a carro forte do Nordeste, além de outros crimes na região sul do Piauí.

Imagem: Lucas Dias/GP1Reginaldo Gomes Tavares(Imagem:Lucas Dias/GP1)Reginaldo Gomes Tavares
Ao todo, os policiais cumpriram sete mandados de prisão em Teresina, Brejo do Piauí, Alvorada do Gurguéia, Eliseu Martins e em Socorro do Piauí, onde o presidente da Câmara Municipal, Reginaldo Gomes Tavares, foi preso. Em Teresina, uma estudante universitária do curso de direito da Faculdade Santo Agostinho Raislane Marques da Silva também foi presa.

De acordo com Delegado Geral da Polícia Civil do Piauí, Riedel Batista, o vereador Reginaldo Gomes está sendo investigado pelo roubo de um malote de dinheiro, que ocorreu na região.

Reginaldo entrou posteriormente na quadrilha, estando envolvido com o roubo do carro do prefeito de Socorro, Laerte Rodrigues, em maio deste ano, e um assalto a uma casa lotérica na mesma cidade. “O promotor de Justiça do município estava colhendo provas e indícios contra o vereador, que chegou a ameaçar as testemunhas, e acabou recebendo voz de prisão do juiz Antônio Mendes”, declarou.
Imagem: Lucas Dias/GP1Delegado Geral Riedel Batista(Imagem:Lucas Dias/GP1)Delegado Geral Riedel Batista
Já a universitária era casada com José Ailton e dava suporte ao grupo. “Ela tem um relacionamento com um membro do grupo e dava todo o auxílio necessário para a quadrilha que tem atuação em vários estados do Nordeste, fornecendo informações importantes”, acrescentou Ridel Batista.
Imagem: Lucas Dias/GP1Delegado Carlos César(Imagem:Lucas Dias/GP1)Delegado Carlos César
As diligências foram realizadas pelo GRECO com o apoio da Gerência de Polícia do Interior (GPI). “Trata-se de uma quadrilha interestadual. Então nós estamos em contato com a polícia de outros estados para nos ajudar a desbaratar essa que é uma das maiores quadrilhas do Nordeste”, relatou.

Carlos César Camelo explicou que as investigações iniciaram em setembro do ano passado, quando surgiram os primeiros ataques a carros-fortes no sul do Piauí.
Imagem: Lucas Dias/GP1Quadrilha(Imagem:Lucas Dias/GP1)Quadrilha

Também foram presos Marcos Maciel Pereira, o Charles, José Ailton Barbosa, Antônio Narciso Pinheiro, Ricardo Marcelino de Sousa e Dorival José da Costa, o Bigode. A polícia ainda apreendeu um menor de idade.