Teresina - PI

Wellington diz que não "perdeu esperança" de consenso na eleição do PT

“Eu acho que ainda não se fechou posição. Vamos dialogando. Claro que se não houver consenso será no voto, mas, o melhor caminho ainda é o consenso", disse o governador.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O governador Wellington Dias disse nesta segunda-feira (19) durante entrevista ao GP1 que vai dialogar com os grupos do PT em busca de um consenso na disputa pelo Diretório Estadual do partido. Ele reafirmou que o melhor caminho é o entendimento e foi enfático ao dizer que ainda não existe uma decisão fechada sobre o pleito interno do partido.

“Eu acho que ainda não se fechou posição. Vamos dialogando. Claro que se não houver consenso será no voto, mas o melhor caminho ainda é o consenso. Ainda não perdi as esperanças e vamos conversar”, adiantou o governador.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Governador Wellington Dias no Palácio de KarnakGovernador Wellington Dias no Palácio de Karnak

Insatisfações

Nesse domingo (18) o deputado estadual Franzé Silva decidiu ‘jogar a toalha’ após um trabalho que vinha fazendo nos bastidores em busca do consenso entre o presidente atual do PT, o deputado federal Assis Carvalho e o vereador de Teresina Dudu Borges.

O parlamentar revelou ao GP1 que não estava mais à frente das negociações e nem a disposição do partido para disputar a Prefeitura de Teresina nas eleições de 2020 depois que houve um descumprimento dos acordos que estavam firmados. A situação desagradou o parlamentar.

Dudu, por sua vez, afirmou que Assis Carvalho desrespeitou o trabalho de Franzé como mediador dos diálogos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Dudu diz que Assis desrespeitou o trabalho de Franzé Silva

Franzé Silva trabalha para um consenso entre Dudu e Assis

Franzé Silva diz que não está mais à disposição do PT para 2020