GP1

Polícia

Homem é preso pela DEPRE com 'supermaconha' e crack em Teresina

“Foi um grande golpe no tráfico daquela região”, frisou o delegado Jarbas Lima.

Marcelo Cardoso/GP1 1 / 12 As drogas foram encontradas na zona sudeste de Teresina As drogas foram encontradas na zona sudeste de Teresina
Marcelo Cardoso/GP1 2 / 12 Maconha apreendida com o suspeito Maconha apreendida com o suspeito
Marcelo Cardoso/GP1 3 / 12 Dinheiro que estava com o homem Dinheiro que estava com o homem
Marcelo Cardoso/GP1 4 / 12 Celulares apreendidos pela Depre Celulares apreendidos pela Depre
Marcelo Cardoso/GP1 5 / 12 Cerca de 500 pedras de crack estavam em posse do homem Cerca de 500 pedras de crack estavam em posse do homem
Marcelo Cardoso/GP1 6 / 12 Pedras de crack Pedras de crack
Marcelo Cardoso/GP1 7 / 12 Objetos encontrados pela Depre Objetos encontrados pela Depre
Marcelo Cardoso/GP1 8 / 12 O dinheiro estava escondido O dinheiro estava escondido
Marcelo Cardoso/GP1 9 / 12 A apreensão aconteceu na zona sudeste da Capital A apreensão aconteceu na zona sudeste da Capital
Marcelo Cardoso/GP1 10 / 12 Balança de precisão Balança de precisão
Marcelo Cardoso/GP1 11 / 12 Jarbas Lima Jarbas Lima
Marcelo Cardoso/GP1 12 / 12 Vários relógios estavam em posse do acusado Vários relógios estavam em posse do acusado

A Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE), desarticulou nesta quarta-feira (05) um ponto de venda de drogas na região do Grande Dirceu, zona sudeste de Teresina. Um homem identificado como Talisson foi preso, acusado de ser o responsável pelo tráfico no local, onde foram apreendidas mais de 500 pedras de crack, além de maconha e skank, droga que é conhecida como a “supermaconha”.

O GP1 conversou com o delegado Jarbas Lima, que coordenou a ação policial. Ele informou que a polícia cumpriu um mandado de busca e apreensão na residência, situada no residencial Manoel Evangelista, e acabou apreendendo as drogas e prendendo o acusado de tráfico.

“Cumprimos um mandado de busca e apreensão na região do Manoel Evangelista, o indivíduo saiu pulando os muros, mas os policiais foram diligentes e conseguiram prendê-lo. Ele tentou se desfazer da droga em uma casa ao lado”, explicou.

Acusado usava câmeras de segurança

O delegado Jarbas Lima revelou que na casa do acusado havia câmeras de segurança, uma forma de se precaver de ações da polícia. “O interessante é que estávamos sendo monitorados, tinha uma microcâmera que fomos notar depois, mas ele não conseguiu se salvar dessa”, afirmou.

A equipe da Depre apreendeu skank, tabletes de maconha, cerca de 500 pedras e porções grandes de crack, mais de R$ 1 mil em dinheiro trocado, balança de precisão e aparelhos de celular. “Foi um grande golpe no tráfico daquela região”, frisou Jarbas Lima.

Participação da mãe

Por fim, o delegado da Depre adiantou que há informações de que a mãe do acusado já tem passagem na Justiça pelo crime de tráfico de drogas. “Temos uma informação a confirmar ainda, que a mãe dele já possui processo por tráfico de drogas”, finalizou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.