GP1

Paulistana - Piauí

Prefeito declara situação de emergência em Paulistana por 180 dias

decreto foi assinado no dia 04 de julho de publicado no Diário Oficial dos Municípios (DOM).

O prefeito de Paulistana, Joaquim da Farmácia (PSD), assinou decreto declarando situação de emergência no município devido a seca. O decreto foi assinado no dia 04 de julho de publicado no Diário Oficial dos Municípios (DOM) do dia 05 de julho de 2022.

Confira aqui o decreto

Conforme o decreto, a medida foi tomada levando em consideração parecer da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, que relata as ocorrências adversas favoráveis à decretação da situação de emergência.

Foto: Reprodução/FacebookJoaquim da Farmácia
Joaquim da Farmácia

Desta forma, o prefeito Joaquim da Farmácia declarou situação anormal em toda a extensão do município de Paulistana, caracterizada como situação de emergência, pelos próximos 180 dias.

O prefeito ressaltou ainda no decreto que as despesas recorrentes de ações preventivas decorrerão da Dotação Orçamentária de reserva de contingência, autorizando-se o desencadeamento de ações emergenciais de respostas ao desastre até o restabelecimento da normalidade.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.