GP1

Piauí

Casal faz greve de fome contra Reforma da Previdência em Teresina

A Greve de Fome acontece desde a tarde desta terça-feira (12).

Marcelo Cardoso/GP1 Casal de agricultores Casal de agricultores
Marcelo Cardoso/GP1 Casal faz greve de fome Casal faz greve de fome
Marcelo Cardoso/GP1 Estamos em Greve Estamos em Greve
Marcelo Cardoso/GP1 Líria e Leonardo estão acampados no Aeroporto Líria e Leonardo estão acampados no Aeroporto
Marcelo Cardoso/GP1 Leonardo Machado Leonardo Machado
Marcelo Cardoso/GP1 Leonardo mostrando a carteira de trabalho Leonardo mostrando a carteira de trabalho
Marcelo Cardoso/GP1 Líria Aquino Líria Aquino
Marcelo Cardoso/GP1  Jejum contra a reforma da previdência Jejum contra a reforma da previdência
Casal de agricultores
Casal faz greve de fome
Estamos em Greve
Líria e Leonardo estão acampados no Aeroporto
Leonardo Machado
Leonardo mostrando a carteira de trabalho
Líria Aquino
 Jejum contra a reforma da previdência

O casal de agricultores, Líria Maria Aquino e Leonardo Machado, está desde às 15h de terça-feira (12), acampados e sem comer no Aeroporto Senador Petrônio Portella, localizado na zona norte de Teresina, manifestando contra a Reforma da Previdência. Os dois são residentes do município de São João da Varjota, localizado na microrregião da cidade de Picos e pertencem ao Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA).

“A Greve de fome, de iniciativa própria, é devido a luta que travamos contra os desmontes que está acontecendo com os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras no Brasil. Além disso, a reforma da previdência contribui para nós termos tomado essa decisão. Outras mais três companheiras estão fazendo greve de fome em Brasília, desde o dia 5 de dezembro, a base de apenas água e soro”, explicou Líria Maria.

O casal deixou os filhos com a família, e eles esperam que haja adesão de mais pessoas ao movimento, por isso a escolha pelo aeroporto, pois é um local de grande visibilidade, sendo uma forma de chamar a atenção da população. “Vamos continuar com a greve de fome até quando os golpistas retrocederem, pois estávamos fazendo isso não pensando apenas no presente, mas sim no futuro do país. A greve de fome é uma forma de chamar a atenção da classe trabalhadora”, revelou a agricultora.

A agricultora Líria Maria também informou que a greve de fome acontece não só no Piauí, mas em todo o país. “O protesto acontece à nível nacional se somando a outros movimentos como a Frente Brasil Popular e os companheiros da MAB, já que esta reforma vai atingir todos os brasileiros”, afirmou.

Os dois agricultores também contam com a assistência de profissionais da saúde no local.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.