GP1

Piauí

Dois empresários são presos por furto de energia em Teresina

As prisões em flagrante foram feitas pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), após inspeção realizada pela Eletrobras nos dois estabelecimentos.

Dois empresários foram presos, no final da tarde dessa sexta-feira (04), por furto de energia elétrica em Teresina. Eles são proprietários da casa de show Planeta Diário, localizado na zona leste e da escola São Tomás de Aquino, localizada no bairro Marquês, zona norte da capital.

As prisões em flagrante foram feitas pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), após inspeção feita pela Eletrobras nos dois estabelecimentos. De acordo com o delegado Laércio Evangelista, os empresários foram presos em flagrante por volta das 17h e autuados por furto qualificado. “Eles foram detidos e encaminhados à Polinter e estão à disposição da Justiça. Como eles foram autuados por furto qualificado, não teve fiança”, explicou.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Planeta Diário de Teresina Piauí Planeta Diário de Teresina Piauí

De acordo com a Eletrobras, em um dos estabelecimentos havia duas ligações diretas feitas após a suspensão do fornecimento de energia, devido a inadimplência com a Eletrobras. “Encontramos um caso de auto-religação cujo prejuízo para a Eletrobras Piauí chega a R$ 24 mil. A energia furtada seria o suficiente para atender, em média, 124 casas durante um mês na capital”, informou a coordenadora de fiscalização Adriana Braga.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Colégio são Tomás de AquinoColégio são Tomás de Aquino

A Eletrobras informou que está aumentando as equipes de fiscalização para realizar mais operações contra furto de energia elétrica em todo o estado e já conta com 113 equipes de inspeção em campo.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.