GP1

Piauí

Greco prende fazendeiro do Paraná por furto de energia em Uruçuí

De acordo com o delegado Laércio Evangelista, do Greco, ele é dono de uma fazenda de três mil hectares que produz soja.

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) e a Eletrobras Distribuição Piauí deflagraram nesta quinta-feira (09) a “Operação Cerrados”, que visa combater o crime de desvio de energia elétrica nas regiões Centro-Sul e Sul do Estado. Durante as investigações, foi preso em flagrante o empresário paranaense Thiago Mattos Konjunski, de 30 anos.

De acordo com informações repassadas ao GP1 pelo delegado Laércio Evangelista, do Greco, ele é dono de uma fazenda de três mil hectares que produz soja na região. Thiago é suspeito de utilizar uma ligação direta na unidade consumidora sob sua responsabilidade para desviar energia elétrica sem a devida contagem da energia consumida.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1Chegada de presos no GrecoGreco prende empresários por furto de energia em Uruçuí.

Peritos encontraram na fazenda fiscalizada um transformador de grande porte (112,5 kVA), ligado diretamente à rede, fornecendo energia para a sede da fazenda, residências dos funcionários e maquinários de uso agrícola. A operação contou com mais de 20 profissionais envolvidos na cidade de Uruçuí e em cidades vizinhas, à exemplo de Sebastião Leal e Bertolínia.

A ação de fiscalização é coordenada pelo delegado da Greco, Laércio Evangelista, e pela gerente do Departamento de Medição e Combate às Perdas da Eletrobras Piauí, Rafaela Moreira. O empresário foi preso e deve responder pelo crime de furto previsto no art. 155, do Código Penal Brasileiro. Ele foi conduzido à delegacia de Uruçuí, que irá investigar o caso.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.