GP1

Piauí

Corso de Teresina conta com mais de 900 agentes de segurança

De acordo com o comandante da Força Tarefa da Segurança, capitão Audivam Nunes, ao todo 980 agentes estão espalhados em todo o corredor da folia para dar tranquilidade ao folião.

O Centro Integrado de Segurança, instalado no Corso do Zé Pereira de Teresina, na Avenida Raul Lopes, está em pleno funcionamento e vai atender às demandas dos foliões que precisarem dos serviços voltados à segurança do evento.

De acordo com o comandante da Força Tarefa da Segurança, major Audivam Nunes, ao todo mais de 900 agentes estão espalhados em todo o corredor da folia para dar tranquilidade ao folião. “Nós estamos com 980 agentes envolvidos na segurança do Corso entre policiais militares, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Strans, Samu e ainda os policiais do serviço de inteligência, tudo isso para atender o folião no que ele precisar”, ressaltou.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Capitão Audivan NunesCapitão Audivan Nunes

Câmeras de monitoramento

15 câmeras de segurança estão sendo utilizadas para auxiliar os trabalhos dos agentes de segurança e servirão para identificar potenciais crimes que possam acontecer no corredor da folia.

De acordo com o major Audivam Nunes outra novidade é a instalação de uma delegacia da mulher, que vai registrar crimes de oportunação sexual, que poderão ser realizados ali mesmo durante o Corso de Teresina. “A gente está com uma delegacia especializada sob o comando da delegada Anamelka Cadena para atender casos de importunação sexual que possam acontecer e as câmeras vão estar aí para isso e os policiais que estão no chão também podem tomar todas as medidas cabíveis”, acrescentou.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Deputado Fábio AbreuDeputado Fábio Abreu

O deputado federal e ex-secretário de Segurança do Piauí, capitão Fábio Abreu (PR) avaliou como necessária e importante a instalação da delegacia da mulher na avenida.

“O objetivo é a prevenção com relação ao feminicídio em todos os aspectos. Em um evento como esse é necessário, é importante que se tenha a presença da delegacia especializada que faz esse combate no que se refere à prevenção e a repressão caso seja necessário”, afirmou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.