GP1

Piauí

"Ele era um médico muito humano", afirma primo de Tovar Luz

Emocionado, Amauri disse que Tovar deixa um legado de “paz, amor e humanização” e que vai fazer falta tanto para a família quanto para os amigos e pacientes.

Hélio Alef/GP1 Momento em que o pai se depara com corpo do filho Momento em que o pai se depara com corpo do filho
Hélio Alef/GP1 Amauri Luz, primo da vítima Amauri Luz, primo da vítima
Hélio Alef/GP1 Jaleco do médico encontrado no local Jaleco do médico encontrado no local
Hélio Alef/GP1 Carro ficou completamente destruído Carro ficou completamente destruído
Hélio Alef/GP1 Primo da vítima, Amauri Luz, se emociona ao ver corpo de familiar falecido Primo da vítima, Amauri Luz, se emociona ao ver corpo de familiar falecido
Hélio Alef/GP1 Acidente trágico deixa um homem morto na BR-316 Acidente trágico deixa um homem morto na BR-316
Hélio Alef/GP1 Corpo de bombeiros Corpo de bombeiros
Arquivo Pessoal Tovar Luz Tovar Luz
Momento em que o pai se depara com corpo do filho
Amauri Luz, primo da vítima
Jaleco do médico encontrado no local
Carro ficou completamente destruído
Primo da vítima, Amauri Luz, se emociona ao ver corpo de familiar falecido
Acidente trágico deixa um homem morto na BR-316
Corpo de bombeiros
Tovar Luz

Especial, superinteligente e calmo. Foi assim que Amauri Luz descreveu seu primo Tovar Vicente da Luz, vítima de um grave acidente na BR 343 na manhã desta terça-feira (10). Amauri contou que após o acidente diversos pacientes de Tovar entraram em contato com a família do médico. Segundo o primo, Tovar "era um médico muito humano".

“O Tovar era um menino especial, um rapaz superinteligente, um menino calmo e um profissional excelente. Para nós foi um choque. Tovar era tão especial que até os pacientes dele me ligaram se acabando de chorar. Ele era muito especial”, afirmou.

Tovar Vicente da Luz era otorrinolaringologista e de acordo com o primo seguia para fazer um atendimento médico na cidade de Altos quando sofreu o acidente. O carro da vítima ficou completamente destruído após colidir com uma carreta carregada com cimento nas proximidades do Condomínio Fazenda Real.

Em entrevista à imprensa, Amauri contou que ficou sabendo do acidente por meio de outro primo. “Foi outro primo nosso que ligou falando do acidente. Soube pela televisão e nos ligou. No momento o que a gente espera é que não seja verdade. A gente começa a ligar para um, para outro e os telefones começam a dar ocupado. É uma perda muito dura”, continuou.

Emocionado, Amauri disse que Tovar deixa um legado de “paz, amor e humanização” e que vai fazer falta tanto para a família quanto para os amigos e pacientes.

“[Vai deixar] o legado de muita paz, muito amor, muita humanização. Ele era um médico muito humano. Com os pacientes, era um cidadão de bem. Vai fazer muita falta para a família e para os pacientes. A gente termina se emocionando porque as coisas que acontecem repentina geram um trauma muito grande para a família”, concluiu.

O acidente

O médico otorrinolaringologista Tovar Vicente da Luz, de 36 anos, morreu em uma colisão envolvendo o veículo de conduzia, um Honda Civic EX CVT e uma carreta Volvo FH 54 por volta das 6h30 desta terça-feira (10), em frente ao condomínio Fazenda Real, na BR 343, em Teresina.

Segundo a PRF, a carreta, carregada com cimento, vinha no sentido Altos/Teresina, enquanto o veículo seguia no sentido Teresina/Altos.

NOTÍCIA RELACIONADA

Médico Tovar Luz morre em acidente envolvendo carreta na BR 343

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.