GP1

Piauí

Juiz marca audiência de acusado de matar marceneiro no Dirceu

A decisão é do juiz Antônio Reis de Jesus Nollêto. A 1ª fase da audiência foi realizada 14 de dezembro de 2019. Nesta segunda fase serão realizados os interrogatórios e debates orais.

O juiz Antônio Reis de Jesus Nollêto, da 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri, marcou para o dia 16 de janeiro, às 11h30, a continuação da audiência de instrução e julgamento de Cleyto da Conceição, acusado de assassinar a tiros o marceneiro John Kellsony Barbosa de Andrade, em junho de 2016, no bairro Dirceu, zona sudeste de Teresina.

Em decisão dada no último dia 5 de dezembro de 2019, o magistrado negou o pedido de relaxamento de prisão preventiva de Cleyto, considerando que sua prisão não possui ilegalidades, pois existem indícios suficientes para sua prisão preventiva.

A 1ª fase da audiência de instrução e julgamento foi realizada 14 de dezembro de 2019. Nesta segunda fase serão realizados os interrogatórios e debates orais.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilCleyto da ConceiçãoCleyto da Conceição

O crime

De acordo com informações do delegado Jarbas Lima, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o crime ocorreu dia 30 de junho de 2016, no bairro Dirceu. A vítima estava trabalhando no conserto de uma mesa de sinuca em sua oficina, quando dois indivíduos adentram no estabelecimento.

Eles foram identificados como Francisco Tiago Vasconcelos Sousa, vulgo “Tiaguin Neguim”, e Cleyto da Conceição, vulgo “Uruçuí” ou “Poka”. Os dois indivíduos estavam armados com revólveres e alvejaram a vítima com cinco disparos.

Após investigações, foi confirmado que o mandante do crime seria o enteado da vítima, Victor Kauê. "Ele foi o mandante e teria dado aos dois responsáveis diretos pela morte um revólver calibre .38 como pagamento pelo homicídio. A motivação estaria ligada a ambição do Victor pelos negócios de seu padrasto (aluguéis, vendas e consertos de sinucas)", relatou o delegado.

Cleyto da Conceição foi preso na Rua Henriqueta Teixeira, no bairro Santo Antônio, na zona sul de Teresina, no dia 08/03/2018, e se encontra na Casa de Custódia de Teresina. Tiaguin, no entanto, foi morto dentro de sua residência em agosto de 2017.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Marcada audiência de acusado de assassinar marceneiro no Dirceu

Juíza nega liberdade a acusado de assassinar marceneiro no Dirceu

Polícia prende acusado de matar marceneiro em Teresina

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.