GP1

Piauí

Dudu pede prisão do acusado de estuprar cunhada no São Marcos

O caso ocorreu na madrugada do dia 31 de outubro de 2020 no Hospital São Marcos. A vítima estava no hospital acompanhando o sogro, quando teria sido dopada pelo enfermeiro.

A Câmara Municipal de Teresina aprovou, nessa quarta-feira (2), um requerimento que pede celeridade à Justiça no caso envolvendo o enfermeiro acusado de dopar e estuprar a própria cunhada dentro de um apartamento no Hospital São Marcos, em Teresina.

Segundo o vereador Dudu Borges (PT), o requerimento aprovado pede celeridade ao juiz que assumiu o caso e também pede a prisão do acusado, dada as circunstâncias do crime. O caso ocorreu na madrugada do dia 31 de outubro de 2020.

“Tenho a insatisfação e a infelicidade de estar trazendo esse ponto. Estupro é o pior crime que pode existir na minha opinião, e o que aconteceu, na forma premeditada como indica, é pior ainda. Nós aprovamos hoje um requerimento pedindo celeridade ao juiz que está com o caso em mãos e pedindo a prisão, esse fato de dizer que está com insanidade mental não convence, nós sabemos como a Justiça age, se tem alguma insanidade, vai ser provada nos anais da Justiça, com perícia feita pela Justiça”, afirmou o vereador.

Dudu relatou que conhece as duas famílias envolvidas no caso e ressaltou que não há justificativa para o crime. O vereador pediu a prisão imediata do enfermeiro e reagiu ao argumento utilizado pelo suspeito, que alegou insanidade mental.

“Nada justifica um estupro de uma cunhada em um hospital, dopando aquela pessoa e depois alegar insanidade. Essa casa se levantou, as mulheres dessa casa se levantaram e aprovamos esse requerimento. Já está passando do tempo desse rapaz ser preso. A consequência desse ato está fazendo não tem reparo, convivo com as duas famílias, não tem reparo, o mínimo é a justiça ser feita e ele ser preso, é o mínimo", finalizou.

Entenda o caso

Um enfermeiro está sendo investigado pela Polícia Civil do Piauí, sob a acusação de ter estuprado a acompanhante de um paciente em um apartamento no Hospital São Marcos, em Teresina. O caso ocorreu na madrugada do último dia 31 de outubro de 2020.

Um familiar relatou ao GP1 que a vítima, que é empresária e cunhada do acusado, havia acompanhado seu sogro no hospital no dia anterior ao crime e tinha ido para casa descansar, deixando outra pessoa no apartamento. Porém, a empresária recebeu uma ligação do enfermeiro, relatando que o paciente não poderia ficar aos cuidados de alguém sem experiência e requisitou que ela retornasse ao Hospital São Marcos para que dormisse com o sogro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Coren-PI abre processo disciplinar contra enfermeiro acusado de estupro

Delegada Vilma Alves pede prisão de enfermeiro acusado de estupro

Enfermeiro acusado de estuprar cunhada se internou no Areolino de Abreu

Enfermeiro é acusado de estuprar a cunhada no Hospital São Marcos

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.