GP1

Piauí

Vereador Francys Dias diz que prefeito não paga magistério desde 2018

Atualmente o piso salarial é de R$ 2.886,15 e deve ser pago aos profissionais com formação em nível médio, na modalidade normal, para a jornada de 40 horas semanais.

Desde 2018, a prefeitura de Campo Alegre do Fidalgo, através do prefeito Israel da Mata (PTB), não vem pagando o piso salarial do magistério.

Atualmente o piso salarial é de R$ 2.886,15 e deve ser pago aos profissionais com formação em nível médio, na modalidade normal, para a jornada de 40 horas semanais.

  • Foto: Arquivo pessoalVereador Francys DiasVereador Francys Dias

O pré-candidato a prefeito e vereador Francys Dias vem alertando para o tratamento que o prefeito dispensa aos professores. Segundo ele, alguns municípios estão votando projetos de lei encaminhados pelo Poder Executivo regulamentando o piso salarial dos profissionais do magistério de acordo com a Lei Federal 11.738/08, que garante um reajuste de 12,84% para os professores de todo o país.

“Infelizmente o município de Campo Alegre do Fidalgo não tem motivos para comemorar, pois o gestor municipal não vem cumprindo esta Lei desde o ano de 2018, trazendo assim prejuízos irreparáveis aos professores e suas respectivas famílias", diz o vereador que apresentou a denúncia aos órgãos competentes para que providências sejam tomadas e os direitos dos professores sejam resguardados.

Outro lado

Procurado pelo GP1, nesta segunda-feira (03), o prefeito Israel da Mata não foi localizado.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.