GP1

Piauí

Promotora investiga Agespisa por falta de água em Simplício Mendes

"A Agespisa ainda não foi notificada. Quando isso acontecer, ela fará todos os esclarecimentos necessários", afirmou assessoria de comunicação.

O Ministério Público do Estado do Piauí abriu procedimento para apurar denúncia contra a Agespisa por irregularidades no abastecimento de água no município de Simplício Mendes. A portaria foi assinada pela promotora de Justiça, Emmanuelle Martins Neiva Dantas Rodrigues Belo, no dia 14 de janeiro.

O objetivo é investigar denúncia sobre a falta de água nas torneiras durante o dia no município de Simplício Mendes. A promotora determinou envio de ofício ao presidente da Agespisa, Genival Sales, solicitando que se manifeste acerca da denúncia.

Simplício Mendes fica na região Sudeste do estado e possui 12.711 habitantes de acordo com o último censo do IBGE.

O que diz a Agespisa

Procurada pelo GP1, nessa quinta-feira (28), a assessoria de comunicação da Agespisa informou que a empresa ainda não foi notificada.

"A Agespisa ainda não foi notificada. Quando isso acontecer, ela fará todos os esclarecimentos necessários", explicou assessoria de comunicação.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.