GP1

Piauí

Sinpoljuspi lamenta morte do policial civil Diesy Santos por covid-19

Segundo a entidade sindical, a vítima foi agente penitenciário de 2000 a 2002, e em 2003 passou a os quadros da Polícia Civil do Estado.

O Sindicato dos Policiais Penais do Estado do Piauí (Sinpoljuspi) divulgou nota, neste sábado (09), lamentando a morte do policial civil Diesy Less Santos Simeão, de 46 anos, que já trabalhou como policial penal nos presídios piauienses.

Segundo a entidade sindical, a vítima foi agente penitenciário de 2000 a 2002, e em 2003 passou a os quadros da Polícia Civil do Estado, onde fez carreira até essa sexta-feira (08), quando foi confirmada a sua morte no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), em decorrência da covid-19.

Foto: Reprodução/WhatsAppDiesy Less Santos
Diesy Less Santos

Kleiton Holanda, presidente do Sinpoljuspi, prestou condolência aos familiares do policial, e lembrou dos serviços prestados pelo prisional no sistema prisional do Estado.

“Ele prestou relevantes serviços ao sistema prisional como funcionário e depois como instrutor. Para nós é uma perda irreparável e deixa todos os policiais penais bastantes sentidos”, disse Holanda.

Diesy Less foi sepultado na manhã de hoje no cemitério Santo Antônio, no bairro Buenos Aires, na zona norte da capital, após uma cortejo fúnebre organizado pelos colegas da Polícia Civil do Piauí.

Confira a nota na íntegra

O Sindicato dos Policiais Penais do Estado do Piauí (Sinpoljuspi) lamenta o falecimento do ex-Policial Penal e então policial civil, Diesy Less Santos Simeão, que morreu aos 46 anos de idade, vítima de Covid-19 nessa sexta-feira (08), no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Diesy foi agente penitenciário (Policial Penal) no ano de 2000 até 2002 e em 2003 passou a integrar os quadros da Polícia Civil do Estado do Piauí, onde fez carreira até 2021.

Nos últimos anos foi instrutor de tiro do curso de formação dos Policiais Penais do último concurso de 2016 e deixou bastante aprendizado aos alunos, agora recém-formados.

O presidente do Sinpoljuspi, Kleiton Holanda, prestou condolências à família enlutada e ressaltou a importância de Diesy para o sistema prisional do Piauí.

“Ele prestou relevantes serviços ao sistema prisional como funcionário e depois como instrutor. Para nós é uma perda irreparável e deixa todos os Policiais Penais bastantes sentidos”, disse.

A Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, tem feito várias vítimas do Sistema Prisional do Estado do Piauí e o Sinpoljuspi reforça a importância de a população se manter cada vez mais atenta a essa doença, seguindo os cuidados recomendados pelos órgãos de Saúde.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.