GP1

Piauí

Acusado de homicídio solto por erro da Justiça é preso em Teresina

Ele chegou ao DHPP por volta das 9h30 e às 11h30 foi encaminhado à Central de Flagrantes para a realização dos procedimentos cabíveis.

O corretor de veículos Pedro Teixeira Soares Neto acusado de matar o auxiliar de farmácia Thiago Klayve Santos de Sousa, 17 anos, em setembro de 2020, se entregou à polícia, na manhã desta quarta-feira (17).

Ele chegou ao Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) por volta das 9h30 e às 11h30 foi encaminhado à Central de Flagrantes para a realização dos procedimentos cabíveis para depois ser levado de volta ao sistema prisional para dar continuidade ao cumprimento do mandado de prisão.

Foto: Alef Leão/GP1Pedro Teixeira Soares Neto
Pedro Teixeira Soares Neto

Pedro Soares foi preso no dia 29 de outubro de 2020, no entanto foi posto em liberdade no dia 15 de dezembro por um erro da Justiça.

De acordo com o juiz de direito Antônio Reis de Jesus Nolleto, da 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri, o alvará de soltura em favor do acusado, expedido em processo que tramita na 8ª Vara Criminal de Teresina, foi vinculado, equivocadamente, ao mandado de prisão de processo da 1ª Vara do Tribunal do Júri.

Foto: GP1Acusado de matar o auxiliar de farmácia
Acusado de matar o auxiliar de farmácia

Já no dia 18 de dezembro, Nollêto determinou a expedição de um novo mandado de prisão contra o acusado. “Considerando que o acusado Pedro Teixeira Soares Neto se encontra, erroneamente, solto, determino a expedição de novo mandado de prisão em seu desfavor, com urgência, e que seja encaminhado à Autoridade Policial competente para cumprimento, bem como insira-o no BNMP 2.0”, decidiu.

O crime

Um auxiliar de farmácia identificado como Thiago Klayve Santos de Sousa, 17 anos, foi baleado na tarde do dia 21 de setembro de 2020, na Avenida Maranhão, centro/sul de Teresina. Ele acabou não resistindo e morreu no Hospital de Urgência de Teresina.

De acordo com o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa - DHPP - a vítima foi até a Avenida Maranhão lavar sua motocicleta e, por volta de 15h30, um carro vermelho se aproximou de Thiago e o suspeito efetuou disparos de arma de fogo, que atingiram as nádegas da vítima.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.