GP1

Piauí

Forte chuva causa estragos e moradores ficam sem energia em Teresina

Na zona leste, praticamente todos os semáforos estão desligados por conta da forte chuva.

Alef Leão/GP1 Semáforo desligado na Avenida João XXIII Semáforo desligado na Avenida João XXIII
Alef Leão/GP1 Semáforos desligados causam congestionamentos na Avenida João XXIII Semáforos desligados causam congestionamentos na Avenida João XXIII
Brunno Suênio/GP1 Cabos partidos no cruzamento da Rua Pedro Almeida com a Avenida Vilmary Cabos partidos no cruzamento da Rua Pedro Almeida com a Avenida Vilmary
Brunno Suênio/GP1 Cabos partidos no cruzamento da Rua Pedro Almeida com a Avenida Vilmary Cabos partidos no cruzamento da Rua Pedro Almeida com a Avenida Vilmary
Alef Leão/GP1 Fios partidos no bairro São Cristóvão Fios partidos no bairro São Cristóvão
Alef Leão/GP1 Maria da Graça Maria da Graça
Reprodução/Whatsapp Árvore caída próximo a entrada da Nova Ceasa Árvore caída próximo a entrada da Nova Ceasa
Alef Leão/GP1 Cabos partidos na zona leste de Teresina Cabos partidos na zona leste de Teresina
Alef Leão/GP1 Árvore próximo a Assembleia Legislativa do Piauí Árvore próximo a Assembleia Legislativa do Piauí
Semáforo desligado na Avenida João XXIII
Semáforos desligados causam congestionamentos na Avenida João XXIII
Cabos partidos no cruzamento da Rua Pedro Almeida com a Avenida Vilmary
Cabos partidos no cruzamento da Rua Pedro Almeida com a Avenida Vilmary
Fios partidos no bairro São Cristóvão
Maria da Graça
Árvore caída próximo a entrada da Nova Ceasa
Cabos partidos na zona leste de Teresina
Árvore próximo a Assembleia Legislativa do Piauí

A chuva que caiu em Teresina, na noite desta terça-feira (02), com fortes rajadas de vento, causou estragos e transtornos em várias zonas da Capital. Entre as ocorrências mais registradas estão a queda de árvores e falta de energia.

Na zona leste, praticamente todos os semáforos estão desligados por conta da forte chuva. As avenidas mais afetadas são a Avenida João XXIII, Nossa Senhora de Fátima, Dom Severino e Lindolfo Monteiro, o que causou diversos pontos de congestionamento para quem se deslocava para o trabalho nesta manhã.

No bairro São Cristóvão, vários fios de energia partiram e deixaram o bairro sem energia elétrica desde a noite de ontem. A moradora Maria das Graças, que reside no cruzamento das ruas Breno Pinheiro com a Edmundo Oliveira, relatou a difícil situação de toda vez que chove ficar sem energia.

“Isso acontece desde o dia primeiro de janeiro, a minha casa já ia incendiando uma vez que os fios partiram. Os fios partiram em cima da casa, queimou os eletrodomésticos e não vamos atrás porque não adianta. Ontem faltou energia por volta de 11h, a energia voltou e agora faltou novamente por volta das 7h. Toda vez que chove é isso, falta de energia”, disse a senhora.

Ainda na noite de terça, uma árvore do canteiro central da Avenida Frei Serafim caiu sobre a pista e interrompeu o trânsito no local. Na zona sul da capital, uma árvore também caiu nas proximidades da entrada da Nova Ceasa, no bairro Saci.

Outro lado

Procurada pelo GP1 nesta quarta-feira (03), a Equatorial Piauí informou que o fornecimento de energia elétrica na Capital foi prejudicado devido a chuva intensa e fortes ventos que atingiram Teresina na noite de terça-feira (02) e que 94% das ocorrências registradas já foram resolvidas.

Confira a nota na íntegra:

Nota de Esclarecimento

A Equatorial Piauí esclarece que, após a chuva intensa e os fortes ventos que atingiram Teresina na noite desta terça-feira (02), foram registrados estragos na cidade e impactos na rede da Distribuidora, prejudicando o fornecimento de energia a alguns bairros da capital, sendo as regiões Leste e Norte as mais afetadas.

É importante destacar que o evento registrado em Teresina, a partir das 21h de ontem, é diferente do episódio ocorrido na virada do ano na capital. Apesar de também ter causados danos na rede de distribuição, as avarias foram de menor impacto, quanto à gravidade, considerando que, em janeiro, as cerca de 280 ocorrências envolvendo queda de árvores ocasionaram a destruição de vários pontos da rede elétrica, exigindo a reconstrução de muitos trechos. Já no evento de ontem, a maioria das ocorrências se relacionaram com condutores partidos em função de galhos, algumas árvores e objetos lançados na rede elétrica, a exemplo de outdoors e placas de publicidade, contudo, sem quebra de postes, o que confere ao atendimento, comparativamente, menor complexidade.

Os bairros mais afetados em volume de ocorrências registradas foram Marquês, Cabral, Morro da Esperança e Por Enquanto, na zona Norte. Na região Leste, os bairros atingidos parcialmente foram Jóquei Clube, Portal do Jóquei, Fátima, São João, São Cristóvão, Horto Florestal, Morada do Sol, Residencial Marina e Santa Isabel.

De imediato, o Plano de Contingência da Distribuidora foi acionado, e equipes extras de atendimento emergencial trabalharam durante toda a noite de ontem e madrugada de hoje. Por questão de segurança das equipes de campo, foi necessário suspender, em alguns momentos, o atendimento emergencial até que as chuvas cessassem, e, por isso, a recomposição do sistema se torna mais lenta.

Neste momento, 263 profissionais, incluindo gestores, técnicos de campo, equipes especializadas de linha viva (que atuam com rede energizada) e controladores do Centro de Operação Integrado, estão diretamente empenhados em assegurar o restabelecimento do fornecimento de energia o mais rápido possível. O volume de equipes em campo foi ampliado em 10 vezes para acelerar a recomposição do sistema para as regiões impactadas.

Até às 17 horas de hoje, todas as ocorrências envolvendo alimentadores, que são aquelas que afetam os maiores blocos de clientes, foram restabelecidas, com o retorno do fornecimento de energia a cerca de 94% dos clientes afetados. A Distribuidora segue agora trabalhando nas ocorrências individuais e coletivas pontuais, para que até o final do dia todas os chamados sejam atendidos.

Em caso de falta de energia, os clientes podem entrar em contato com a Equatorial por meio da central 0800 086 0800, pela assistente virtual Clara, no WhatsApp (86) 3228-8200, aplicativo Equatorial Energia ou pelo site equatorialenergia.com.br

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.