GP1

Piauí

Donos de postos protestam contra aumento no preço da gasolina em Teresina

A carreata teve início por volta de 15h30 no Terminal de Petróleo, localizado na zona sudeste de Teresina.

Marcelo Cardoso/GP1 A manifestação começou no terminal de Petróleo A manifestação começou no terminal de Petróleo
Marcelo Cardoso/GP1 Frentistas e donos de postos se encontraram na tarde desta quinta Frentistas e donos de postos se encontraram na tarde desta quinta
Marcelo Cardoso/GP1 Donos de postos protestam contra aumento no preço da gasolina em Teresina Donos de postos protestam contra aumento no preço da gasolina em Teresina
Marcelo Cardoso/GP1 A concentração ocorreu por volta das 14h A concentração ocorreu por volta das 14h
Marcelo Cardoso/GP1 Os manifestantes querem a redução no preço dos combustíveis Os manifestantes querem a redução no preço dos combustíveis
Marcelo Cardoso/GP1 Alexandre Cavalcante, presidente do Sindipostos Alexandre Cavalcante, presidente do Sindipostos
Marcelo Cardoso/GP1 O protesto começou na tarde desta quinta O protesto começou na tarde desta quinta
Marcelo Cardoso/GP1 Frentistas e donos de postos no Terminal de Petróleo Frentistas e donos de postos no Terminal de Petróleo
Marcelo Cardoso/GP1 Sebastião Oliveira Sebastião Oliveira
Marcelo Cardoso/GP1 O protesto segue pela BR 343 O protesto segue pela BR 343
Marcelo Cardoso/GP1 Frentistas e donos de postos estão indo para a casa do Wellington Dias Frentistas e donos de postos estão indo para a casa do Wellington Dias
Marcelo Cardoso/GP1 PRF fiscalizando a carreata PRF fiscalizando a carreata
Marcelo Cardoso/GP1 Donos de postos fazendo carreata na BR 343 Donos de postos fazendo carreata na BR 343
Marcelo Cardoso/GP1 PRF orientando o protesto PRF orientando o protesto
Marcelo Cardoso/GP1 Alexandre Cavalcante e Sebastião Oliveira Alexandre Cavalcante e Sebastião Oliveira
Marcelo Cardoso/GP1 A carreata começou na tarde desta quinta A carreata começou na tarde desta quinta
Marcelo Cardoso/GP1 PRF acompanhando o protesto PRF acompanhando o protesto
A manifestação começou no terminal de Petróleo
Frentistas e donos de postos se encontraram na tarde desta quinta
Donos de postos protestam contra aumento no preço da gasolina em Teresina
A concentração ocorreu por volta das 14h
Os manifestantes querem a redução no preço dos combustíveis
Alexandre Cavalcante, presidente do Sindipostos
O protesto começou na tarde desta quinta
Frentistas e donos de postos no Terminal de Petróleo
Sebastião Oliveira
O protesto segue pela BR 343
Frentistas e donos de postos estão indo para a casa do Wellington Dias
PRF fiscalizando a carreata
Donos de postos fazendo carreata na BR 343
PRF orientando o protesto
Alexandre Cavalcante e Sebastião Oliveira
A carreata começou na tarde desta quinta
PRF acompanhando o protesto

Donos de postos, frentistas e caminhoneiros se reuniram em carreata na tarde desta quinta-feira (04), para protestar contra os vários aumentos nos valores dos combustíveis no Piauí e a favor da redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Segundo o presidente do Sindicato dos Postos Revendedores de Combustível do Estado do Piauí (Sindipostos), Alexandre Cavalcante, a principal medida solicitada pela categoria é a redução do ICMS, que atualmente é de 31% no Piauí.

“O ICMS é muito caro e é o mais caro do Nordeste, segundo mais caro do Brasil. Nós pedimos para o governador para que ele congele o valor do imposto, já que ele não pode reduzir, pois a cada 15 dias sobe mais centavos. Nós temos outras reivindicações, mas a principal é essa”, disse.

Contra o lockdown

Ainda de acordo com Cavalcante, os manifestantes também são contra a medida de fechar postos de combustíveis durante os finais de semanas, pois segundo o presidente do Sindipostos, pode expor os trabalhadores a aglomerações nos locais que ficarão abertos, pois somente postos em BRs poderão funcionar.

“O lockdown dificulta e põe a categoria em risco porque acumula mais condutores de veículos em postos de BR, acaba juntando pelo menos 15 pessoas para uma bomba, sobrecarrega os funcionários e pode expor mais a população. Eu não vi em lugar nenhum se fechar posto de combustíveis, é um serviço essencial”, ressaltou.

4 mil frentistas demitidos em 2020

Alexandre destacou ainda sobre o número de demitidos durante as medidas que foram realizadas em 2020, que segundo ele, foram cerca de quatro mil pessoas demitidas.

“Cerca de 4 mil pessoas foram demitidas em 2020. As medidas de lockdown faz com que o dono de posto não tenha uma base para tomar uma decisão, pois não sabemos se será uma semana, se vai ser estendido para outra semana e acaba tendo que readequar o quadro de funcionários”, pontuou.

A carreata teve início por volta de 15h30 no Terminal de Petróleo, localizado na zona sudeste de Teresina. Depois os manifestantes vão seguir para a residência do governador Wellington Dias e terão como destino final o Palácio de Karnak, no centro da Capital.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.