GP1

Piauí

Laboratório Raul Bacellar recebe câmara fria para armazenar exames

Devido ao aumento de casos de covid-19 em Teresina, os exames laboratoriais aumentaram.

O Centro de Diagnóstico Dr. Raul Bacellar, da Fundação Municipal de Saúde de Teresina (FMS), passou a contar com uma câmara fria para armazenamento e resfriamento de reagentes utilizados na rotina laboratorial.

O laboratório Raul Bacellar realiza uma média de 220 mil exames por mês e atende toda a rede SUS em Teresina, o que inclui 92 Unidades Básicas de Saúde (UBS), 10 hospitais, quatro maternidades e três Unidades de Pronto Atendimento (UPA), entre outros.

Devido ao aumento dos casos de covid-19 na Capital, consequentemente houve um aumento no número de exames laboratoriais, havendo a necessidade de um espaço maior para estocagem dos reagentes.

A vantagem da nova instalação é que proporciona um armazenamento e resfriamento em grande escala dos insumos, além de ser mais precisa no controle da temperatura dos reagentes, como explica a diretora geral do laboratório, Lilibeth Sales.

“Otimiza ainda mais nosso trabalho, considerando que a maioria dos reagentes utilizados na rotina laboratorial necessita estocagem em temperatura ideal. O aumento dos casos de Covid-19, gerou um aumento no número de exames laboratoriais e, por consequência, adquirimos mais reagentes de trabalho. A câmara fria será de grande importância para garantir o armazenamento de forma correta dos nossos insumos, mantendo a qualidade dos exames”, detalhou.

Atualmente o local de diagnósticos conta com uma equipe de 135 colaboradores nas mais diversas áreas, como administrativa, técnica laboratorial e bioquímica.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.