GP1

Piauí

Fundação Municipal de Saúde de Teresina convoca 32 médicos

Os profissionais vão atuar na linha de frente da covid-19 de hospitais do município.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) convocou nesta terça-feira (06) 32 médicos plantonistas classificados no Processo Seletivo Emergencial realizado pela FMS para atuar na linha de frente da covid-19 de hospitais do município.

De acordo com o presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, os convocados do edital 01/2020 devem se apresentar no Núcleo de Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoas da FMS, localizado na Rua Governador Artur de Vasconcelos, 3015 – Aeroporto, das 8h às 14h, nesta quarta-feira (07).

“Nós temos um processo seletivo vigente, estamos convocando esses profissionais para fazerem parte do quadro. O quanto antes estes profissionais se apresentarem já serão efetivados”, disse Gilberto Albuquerque.

Veja a documentação exigida

Os candidatos deverão entregar documentos originais acompanhados de cópias legíveis para comprovação e autenticação:

Certidão de nascimento ou casamento (quando for o caso); título de eleitor, com certidão de quitação eleitoral; certidão de reservista ou dispensa de incorporação (somente para homem); RG; CPF; autodeclaração do candidato conforme anexo II do edital; documentação que comprove os títulos indicados no currículo, conforme item 2.11 do edital; comprovante de escolaridade exigida no Quadro I do Edital; registro do conselho competente; conta corrente Banco do Brasil; uma foto 3×4 recente; comprovante de endereço atualizado; comprovante de inscrição no PIS/PASEP/NIT.

O chefe do Núcleo de Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoas, João Luciano de Castro e Sousa ressaltou que os candidatos que não se apresentarem a documentação na forma estabelecida no edital serão considerados desistentes.

Clique aqui e confira o edital.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.