GP1

Piauí

“Dor e impotência”, diz jornalista Marcelo Rocha após morte da filha

Tainah Luz Brasil Rocha foi esfaqueada e acabou não resistindo aos ferimentos e morreu na segunda.

O jornalista Marcelo Rocha conversou com o GP1 após o falecimento da filha, Tainah Luz Brasil Rocha, 27 anos, ocorrido nessa segunda-feira (16). Ele disse que vive um momento de dor e sentimento de impotência desde que soube da partida da filha, que morreu depois de ter sido esfaqueada várias vezes na região do abdômen na madrugada do último domingo (15).

Mesmo em um momento de tamanha dor, Marcelo agradeceu a todos que se solidarizaram com a família diante da tragédia. “Dor e impotência. Sensações que me acompanham desde quando a notícia da partida de Tainah chegou”, declarou Marcelo.

“No espelho enxergava um Marcelo que encarava tudo. Hoje, a imagem no lago da vida mostra um Marcelo diferente. Vou aguardar a nitidez dessa imagem. Agradeço a todos pelo apoio e solidariedade”, acrescentou o jornalista.

Foto: Reprodução/FacebookMarcelo Rocha
Marcelo Rocha e a filha

O crime

A filha do jornalista Marcelo Rocha, Tainah Luz Brasil Rocha, de 27 anos, morreu na manhã dessa segunda-feira (16) após ser atingida com cerca de sete golpes de faca na região do abdômen, no bairro Mocambinho, na zona Norte de Teresina.

De acordo com o irmão de Tainah Luz, o também jornalista João Marcelo, ela foi esfaqueada durante uma discussão na madrugada desse domingo (15) e, posteriormente, foi levada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde recebeu os cuidados médicos e foi submetida a um procedimento cirúrgico, mas, infelizmente, não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 10h desta segunda.

Ex-namorada

A jovem estava na casa da ex-namorada, identificada como Fernanda, onde havia também uma terceira garota, Geovana, quando teve início uma discussão entre Thainah e a ex. Na tentativa de intervir na briga, Geovana acabou partindo para cima de Tainah, que recebeu sete golpes de faca, a maior parte na região do abdômen, como contou o irmão.

"Ela foi para a casa da ex-namorada e lá aconteceu o crime. Os vizinhos relataram que elas duas e a atual namorada da ex começaram a discutir por volta de 3 horas da manhã e depois disso, a minha irmã, que já estava toda ensanguentada, foi pedir socorro para os vizinhos”, detalhou o irmão, João Marcelo.

Suspeita foi solta

O juiz Paulo Roberto Barros, respondendo pelo plantão judiciário do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), concedeu liberdade provisória a Geovana Thais Vieira da Silva, suspeita de esfaquear e provocar a morte de Tainah Luz Brasil Rocha, filha do jornalista Marcelo Rocha. A soltura foi decretada na tarde desse domingo (15) e até o momento não houve reconsideração da decisão, visto que foi proferida antes do falecimento de Tainah Rocha, que foi a óbito na manhã desta segunda-feira (16).

Geovana Thais, 18 anos, foi presa em flagrante após admitir ter desferido diversos golpes de faca contra Tainah Rocha, em uma residência localizada no bairro Mocambinho, zona norte de Teresina.

Em depoimento prestado à Polícia Civil, Geovana Thais informou que estava na companhia da namorada, Fernanda Maria Lobão Ayres, e de Tainah, ex-namorada de Fernanda. A acusada conta que Tainah e Fernanda teriam iniciado uma briga com facas e se feriram mutuamente, e por isso ela diz que interviu, dando mais facadas na filha do jornalista.

O magistrado analisou o auto de prisão em flagrante e verificou que Geovana Thais não possuiu antecedentes criminais e entendeu que não havia requisitos para manutenção da prisão, e diante disso concedeu liberdade provisória à suspeita, com decretação de medidas cautelares.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.