GP1

Polícia

Mulher é presa em flagrante por furto de energia na Piçarra

O crime foi descoberto pela Eletrobras e o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) durante uma fiscalização diária.

Três pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (24), por fraude no medidor de energia em uma residência do bairro Piçarra, na zona sul de Teresina. O crime foi descoberto pela Eletrobras e a prisão efetuada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco).

A consumidora, o eletricista e a outra pessoa, que auxiliava na fraude, não tiveram a identidade revelada. Segundo o gerente de Fiscalização e Operação da Medição, Renan Carvalho, essa é a terceira vez que a Distribuidora encontra irregularidades da unidade. “Há dois dias essa cliente foi autuada por fraude no medidor de energia que foi levado para análise em laboratório credenciado pela Eletrobras. Em julho de 2016, no primeiro processo de irregularidade, foi detectado furto de energia equivalente a R$ 8.662,00”, disse.

“Fomos acionados pela Eletrobras para efetuar essa prisão em uma fiscalização de rotina. Nos direcionamos a residência e constatamos o crime de fraude de energia”, disse o delegado da Greco, Laércio Evangelista. A dona da residência deve ser indiciada por furto qualificado devido à fraude no medidor.  Desde o início deste ano, já são 18 prisões por furto de energia elétrica na capital. Em 2016, foram efetuadas 20 prisões.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.