GP1

Polícia

Foragido acusado de matar procurador é recapturado em Teresina

Na mesma oportunidade outro foragido identificado como Paulo Henrique foi recapturado.

  • Foto: Divulgação/ PolíciaMilitarGean CarlosGean Carlos

Policiais da Força Tática e da Diretoria de Inteligência do 5° Batalhão da Polícia Militar prenderam durante a madrugada desse sábado (25), por volta das 4h, dois foragidos do sistema prisional do Piauí. Os fugitivos foram identificados como Jean Carlos Barbosa da Silva Oliveira e Paulo Henrique de Morais. Eles foram presos na zona leste de Teresina. 

De acordo com informações repassadas pelo tenente-coronel John Feitosa, Jean Carlos foi condenado em 2007 pelo assassinato do procurador da República aposentado, Raimundo Eulálio. O acusado do homicídio estava foragido da Colônia Agrícola Penal Major César desde 2014, ou seja, estava há três anos escondido.

Conforme o sargento Areolino, do 5° Batalhão, na mesma oportunidade foi recapturado Paulo Henrique de Morais que também havia fugido do Casa de Custódia de Teresina. Jean Carlos foi levado para a Major César e Paulo Henrique foi encaminhado para Casa de Custódia.

Relembre o caso

Raimundo Nonato Neiva Eulálio, procurador aposentado, foi assassinado no dia 20 de setembro de 2006. O crime ocorreu dentro de uma Farmácia Pague Menos, localizada na Avenida Presidente Kennedy, no bairro São João. 

O procurador comprava um medicamento quando foi surpreendido por um criminoso, que anunciou o assalto. O procurador que estava armado tentou reagir, mas o bandido foi mais rápido e atirou na vítima. Ele morreu a caminho do hospital. 

Na época, a Polícia chegou a trabalhar com hipótese de crime por vingança, já que o procurador respondia ação penal sob acusação de ter mandado matar o vereador picoense Pedro Barbosa da Silva, executado em praça pública na manhã de 28 de junho de 2002, em Picos, sua terra natal. Mas após investigação, a possibilidade  foi descartada. 

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.