GP1

Polícia

Artista plástica Dora Parentes e médico são presos pelo Greco

Além da pintora, mais nove pessoas foram presas, oito na Fazenda Real e duas em outro condomínio de luxo da zona leste.

A artista plástica Doralice Andrade Parentes, mais conhecida como Dora Parentes, o economista Alexandre Freitas Lira e Melo, sobrinho do deputado federal Átila Lira, além do contador Edson Dias Albuquerque e um dentista, foram presos na manhã dessa quarta-feira (26) no condomínio Fazenda Real residence em Teresina, sob acusação de furto de energia elétrica. Eles foram presos junto de mais quatro pessoas durante a Operação Real, deflagrada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) em parceria com a Eletrobras Distribuição Piauí, a fim de combater o furto de energia elétrica.

O médico Romário Alves Marinho e o servidor do Tribunal de Justiça do Piauí, Ébano França de Noronha Pessoa, foram presos nessa terça-feira (25) no condomínio Grand Park, bairro Morada do Sol, sob a mesma acusação. A ação também fez parte da Operação Real. 

  • Foto: Facebook/Dora Parentes-Edson AlbuquerqueArtista plásctica, Dora Parentes e o contador Edson Albuquerque  Artista plásctica, Dora Parentes e o contador Edson Albuquerque

O delegado Laércio Evangelista, que coordenou a operação, informou que no condomínio Fazenda Real foram constatados medidores de energia alterados, além de ligações clandestinas. “Lá [Fazenda Real] foram aproximadamente 10 pessoas autuadas em flagrante por furto de energia, tanto com medidores alterados como por ligação clandestina, inclusive unidades consumidoras que não havia nem cadastro com a empresa Eletrobras”. 

Laércio Evangelista explicou que, das pessoas presas, nem todas terão direito a pagar fiança, e deverão ser encaminhadas à Casa de Custódia de Teresina. Ele acrescentou que só neste ano, mais de 40 pessoas foram autuadas pelo crime de furto de energia. 

O delegado geral da Polícia Civil do Piauí, Riedel Batista, contou que foram levantadas irregularidades tanto por parte dos moradores quanto pelo próprio condomínio. “Estamos autuando todas as pessoas em flagrante e o próximo passo será com a Eletrobras, que buscará a regulamentação da situação”, declarou.

A gerente de medição e combate às perdas Eletrobras, Rafaela Moreira, deu mais detalhes sobre as irregularidades detectadas na Fazenda Real. “Foi constatado desvio de energia nas casas e na unidade coletiva, na iluminação coletiva e na parte da cerca elétrica”, pontuou.

Confira a lista das pessoas presas:

Doralice Andrade Parentes (artista plástica)

Isabel Cristina de Paula Oliveira

Carlos Antônio Mota (coordenador na Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos-Semar)

Bernardo José de Araújo Barros

Cristina Gardênia Modesto de Carvalho Moura (professora e esposa do médico Antônio Moura) 

Edson Dias Albuquerque (contador e sócio proprietário da empresa EDA Contabilidade)

Alexandre Freitas Lira e Melo

Rui de Sousa Rodrigues (síndico)

Romário Alves Marinho (médico)

Ébano França de Noronha Pessoa (servidor do Tribunal de Justiça) 

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.