GP1

Polícia

Policial preso na Operação Infiltrados é alvo de ação por homicídio

A ação penal foi ajuizada pelo Ministério Público do Estado em maio de 2015 e tramita na Vara Única de Avelino Lopes.

O policial civil Cícero Henrique de Sousa Araújo, um dos presos na operação Infiltrados deflagrada pelo Grupo de Combate ao Crime Organizado (Greco), na manhã desta terça-feira (09), é alvo de ação penal que tramita na Vara Única de Avelino Lopes acusado de homicídio culposo. A ação foi ajuizada pelo Ministério Público do Estado em maio de 2015.

Segundo o processo, no dia 24 de setembro de 2014 o policial civil Marcel Franklin Lima e Lima foi atingido com um disparo de arma de fogo na região abdominal por um colega de trabalho durante a limpeza da mesma dentro da Delegacia Regional de Curimatá. O relato foi feito pelo próprio agente a uma tia enquanto estava internado.

Marcel não resistiu e morreu 10 dias depois, em um hospital particular de Teresina. Ele era filho da escrivã de polícia Teresinha de Jesus Guimarães Lima, lotada no 1º DP de Teresina.

Operação Infiltrados

A Polícia Civil do Piauí deflagrou, na manhã desta terça-feira (09), a operação “Infiltrados”, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa, formada por policiais civis, especializada em fraudes a concursos públicos, em especial, ao certame para agente da Polícia Civil, ocorrido em 2012.

A ação resultou na prisão de 12 policiais civis, sendo que um se encontra foragido, dois agentes penitenciários, um advogado, um estudante de medicina, entre outros. O delegado Kleydson Ferreira detalhou a atuação dos acusados e disse que a organização cobrava dos aprovados com base no salario que constava no edital, multiplicado por 10.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.