GP1

Polícia

Adolescentes transferidos do CEM após rebelião fogem do CEIP

Dois dos adolescentes que fugiram estavam internados pelo crime de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte.

Três adolescentes que estavam internados no Centro de Internação Provisória (CEIP), localizado na zona sudeste de Teresina, fugiram na madrugada deste sábado (1). Eles estavam no local desde quinta-feira (29), quando foram transferidos após a rebelião que aconteceu no Centro Educacional Masculino (CEM).

Dois dos adolescentes que fugiram estavam internados pelo crime de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. O terceiro menor responde pelo crime de roubo majorado.

  • Foto: GP1Centro Educacional de Internação ProvisóriaCentro Educacional de Internação Provisória

Eles fugiram após serrarem as grades do alojamento onde estavam e depois pularam o muro. Será aberta uma investigação para apurar como os jovens conseguiram o material para serrarem as grades.

Rebelião

No dia 28 de agosto, 42 dos 129 internos do Centro Educacional Masculino participaram da rebelião que tinha como objetivo reivindicar algumas melhorias na questão estrutural do prédio e na revisão de sentenças, pois os jovens alegaram que alguns já estão com as sentenças vencidas e que outros já são maiores de idade.

A polícia militar conseguiu fazer uma negociação com os internos e encerrou a rebelião no mesmo dia. No dia seguinte foi necessária a transferência de 58 internos por conta da destruição de cinco pavilhões durante o tumulto.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.