GP1

Polícia

Polícia Civil identifica suspeito de matar homem em Piripiri

O suspeito se encontra desaparecido desde o último domingo (28), mesmo dia em que a vítima também desapareceu.

A Polícia Civil do Piauí já possui um possível autor do homicídio que vitimou Antônio Marcos de Sousa Paiva, conhecido popularmente como “lalato”, no município de Piripiri. O suspeito se encontra desaparecido desde o último domingo (28), mesmo dia em que a vítima também desapareceu.

De acordo com o delegado Jorge Terceiro, que preside as investigações do caso, o suspeito e Antônio Marcos foram vistos pela última vez em um bar ingerindo bebida alcoólica. Testemunhas confirmaram que os dois saíram juntos do estabelecimento comercial.

“Há um suspeito que foi identificado, mas ainda não sabemos o paradeiro dele. Esse indivíduo teria estado com a vítima na noite do domingo (28), dia em que o rapaz desapareceu, em um estabelecimento situado no centro da cidade ingerindo bebida alcoólica. Depois desse local, eles não foram mais vistos, mas sabemos que eles saíram juntos”, revelou.

Desse modo, possivelmente em breve será pedido o mandado de prisão preventiva do indivíduo. “Nossa equipe está em diligências para localizar testemunhas e os procedimentos estão todos formalizados para que, se for o caso, pedir a prisão preventiva do indivíduo”, destacou o delegado.

Os policiais encontraram uma carta que pode ter sido escrita pelo autor do crime. Entretanto, o delegado Jorge Terceiro que ainda é cedo para confirmar a informação. “A carta será enviada para a perícia, pois temos que saber se a letra que consta na carta é do autor do crime, se é de algum terceiro. Ela será avaliada, não tem como saber ainda se essa carta é dele”, concluiu.

Entenda o caso

No início da tarde desta terça-feira (30), Antônio Marcos de Sousa Paiva foi encontrado morto por uma guarnição da Polícia Militar de Piripiri em uma residência situada nas proximidades do Estádio Helvídio Nunes. O homem estava desaparecido desde o último domingo (28). O corpo já se encontrava em estado avançado de decomposição.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.