GP1

Polícia

Homem vinga a morte do pai e assassina desafeto em Campo Maior

De acordo com a PM, a vítima saía de uma festa nas proximidades do estádio de futebol Deusdeth de Melo, quando foi morta com três golpes de faca.

Um homem identificado como Marcílio Antônio Nascimento Saraiva, de 38 anos, foi assassinado com golpes de faca após sair de uma festa no município de Campo Maior, na madrugada deste sábado (25). As informações foram repassadas ao GP1 pela Polícia Militar do Piauí.

De acordo com o major Etevaldo Alves, comandante do 15º Batalhão da PM-PI, o crime ocorreu por volta de 1h30 da madrugada no bairro São João, nas proximidades do estádio de futebol Deusdeth de Melo. “A vítima estava em uma seresta com a namorada e lá encontrou um desafeto, e na hora se desentenderam”, declarou.

O oficial explica que o homicídio pode se tratar de um crime de vingança. “Marcílio era acusado de ter assassinado o pai desse desafeto há alguns anos. Então eles se encontraram nessa seresta e logo a vítima saiu com a namorada. Lá na frente o acusado foi lá e utilizando uma faca desferiu três golpes contra Marcílio, que foi a óbito no local”, informou. Marcílio foi atingido no tórax e no ombro.

A Polícia Civil do Piauí vai investigar o caso. O suspeito, que não teve o nome revelado, foi identificado por testemunhas. “Confirmamos que ele é o principal suspeito porque ele desapareceu, fizemos diligências, ele está com o telefone desligado e foi reconhecido pela testemunha, namorada da vítima, nós mostramos uma fotografia do acusado e ela o reconheceu”, concluiu o major.

Assassinato em 2016

Um homem identificado como Eduardo Marcelo de Almeida Braga, 43 anos, mais conhecido como Boca D’Água, foi morto a golpes de faca no dia 30 de março de 2016. Marcílio e seu irmão Marcelo eram os principais suspeitos do crime.

NOTÍCIA RELACIONADA

Irmãos matam cunhado a golpes de faca em Campo Maior

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.