GP1

Polícia

Corpo de jovem é encontrado em ribanceira no Parque Vitória

Segundo informações do sargento Nascimento, da Companhia Independente de Policiamento do Promorar, o corpo do jovem foi encontrado por volta de 12h.

Marcelo Cardoso/GP1 Curiosos próximo onde o corpo foi encontrado Curiosos próximo onde o corpo foi encontrado
Marcelo Cardoso/GP1 Identidade da vítima Identidade da vítima
Marcelo Cardoso/GP1 Policial no local Policial no local
Marcelo Cardoso/GP1 Samara, tia da vítima Samara, tia da vítima
Marcelo Cardoso/GP1 A tia da vítima emocionada A tia da vítima emocionada
Marcelo Cardoso/GP1 Corpo estava em uma ribanceira Corpo estava em uma ribanceira
Marcelo Cardoso/GP1 Sargento Nascimento Sargento Nascimento

O corpo de um jovem identificado como Tárcio Sales Silva, de 22 anos, foi encontrado no início da tarde desta quarta-feira (11), em uma ribanceira no Parque Vitória, zona sul de Teresina.

Segundo informações do sargento Nascimento, da Companhia Independente de Policiamento do Promorar, o corpo foi encontrado por volta de 12h. "A informação foi passada pelo Copom e ao chegarmos ao local constatamos a veracidade da informação. O cenário sugere que ele foi morto aqui em cima e jogado ribanceira abaixo. Acredito que para retirar o corpo será preciso utilizar uma ferramenta, pois o local é muito difícil", informou.

Ainda segundo o sargento, um popular relatou que ouviu dois disparos de arma de fogo por volta de 7h da manhã. "A gente vai apurar a situação. Estamos isolando o local e a Polícia Civil vai investigar o que aconteceu, como aconteceu e quem praticou. Ouvi um popular falando que foram ouvidos dois disparos de arma de fogo por volta de 7h. Agora vamos averiguar como de fato aconteceu o crime", finalizou.

Samara, tia da vítima, relatou ao GP1 que o sobrinho já tinha passagem pela polícia e que possuía rivais. "Eu vim saber agora de manhã, com certeza foi alguém que tinha raiva dele. Ele já foi preso, tinha muitos rivais, muitas pessoas tinham raiva dele", afirmou.

A Polícia Militar isolou o local até a chegada da perícia criminal e do Instituto de Medicina Legal (IML), que fez a remoção do corpo da vítima. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.