GP1

Polícia

Jovem está desaparecida há quase um mês no Piauí e família pede ajuda

A Polícia Civil do Piauí, por meio do delegado Bruno Ursulino, está investigando o caso. O ex-marido é suspeito de estar envolvido no desaparecimento.

A jovem Renata Pereira da Costa, 29 anos, que reside na zona rural de Nazaré do Piauí, está desaparecida desde o dia 28 de dezembro de 2020 e sua família clama por ajuda para localizá-la. Os familiares apontam o ex-marido da moça como suspeito de envolvimento no desaparecimento e o caso está sendo acompanhado pela Polícia Civil do Piauí. As investigações estão a cargo do delegado Bruno Ursulino.

O GP1 conversou nesta quarta-feira (27) com a dona Maria da Paz, tia de Renata. Ela explica que a sobrinha morava com outro tio em uma residência vizinha a sua, e no dia 28 de dezembro saiu de casa e não retornou mais.

Foto: Reprodução/WhatsAppRenata Costa Pereira
Renata Costa Pereira

“Nós moramos na Malhada Grande, povoado de Nazaré do Piauí. Ela estava morando com o tio dela nas nossas casas é todas em um terreno só”, contou Maria da Paz.

Ainda segundo a tia, algumas pessoas disseram ter visto Renata na companhia do ex-marido na cidade de Floriano logo após seu desaparecimento, no entanto, a informação é imprecisa. “Ela desapareceu dia 28 e foi vista em Floriano com o ex-marido, mas a pessoa que a viu com ele falou e depois negou. Eles tinham uma relação muito conturbada”, explicou.

Renata tem dois filhos, uma menina de 11 anos, de um relacionamento anterior, e um menino de 4, com o ex-marido, identificado como Francisco das Chagas.

O que diz a polícia

O delegado Bruno Ursulino concedeu entrevista ao GP1 também na tarde desta quarta (26), apresentando detalhes do caso. Ele informou que a família registrou Boletim de Ocorrência no dia 30 de dezembro.

Foto: Lucas Dias/GP1Bruno Ursulino
Bruno Ursulino

“No dia 30 a polícia foi procurada, foi registrado um Boletim de Ocorrência do desaparecimento e começaram a surgir várias informações, de que ela teria sido vista em um determinado interior, que ela teria sido vista em uma cidade aqui próxima, e nossa equipe esteve em todos esses locais, verificando, mas até então não encontramos nada de concreto”, detalhou.

Bruno Ursulino destacou que já realizou várias diligências na região de Nazaré do Piauí a fim de localizar a moça. “Ouvimos várias pessoas, inclusive o ex-companheiro dela, que é tido pela família como o principal responsável por esse desaparecimento. Diversas pessoas apontam que ela realmente estaria morta, a gente ainda não tem nada de concreto que prove a morte dela, então continuamos trabalhando nesse sentido, é uma investigação complexa que está em andamento, a gente entende a angústia da família por resultados, mas esse trabalho de investigação a gente tem que fazer em silêncio, explicar qualquer coisa mais detalhada iria comprometer a investigação”, frisou.

Sobre o possível envolvimento do ex-marido no desaparecimento de Renata, o delegado afirmou que todas as informações que apontam tal possibilidade estão sendo analisadas com cautela.

“Quando a gente ouviu pessoas que fizeram referência a essa questão, sempre perguntamos: ‘quem foi que viu, você sabe dizer o nome da pessoa que viu?’, e a pessoa sempre dizia, ‘não, delegado, esse é um boato que corre na cidade, de que viram ele com ela’. Nunca aparece o autor da informação. A gente já apurou uma série de contradições [sobre o ex-marido] e essa naturalmente foi uma das contradições que a gente verificou nele, mas isso não é suficiente para dizer que ele fez isso ou deixou de fazer, por isso estamos buscando coisas mais concretas”, finalizou Bruno Ursulino.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Renata Costa pode entrar em contato através dos números de telefone: (11) 95393-6710 ou (89) 99403-5823.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.