GP1

Polícia

Greco prende PM acusado de assaltar casa do empresário Abel Landim

A prisão ocorreu na manhã desta sexta-feira (19). Além dele outro alvo da investigação acabou sendo preso pelo Greco.

Na manhã desta sexta-feira (19), a Polícia Civil do Piauí, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado - GRECO - prendeu um soldado da Polícia Militar do Piauí, identificado como Jean Carlos Nunes Carneiro Júnior, acusado de participação em um arrastão na residência do empresário José Abel Modesto Paes Landim, na zona leste de Teresina. Além dele, o empresário Thiago Ruan também foi preso.

O caso ocorreu na última sexta-feira (12), após o empresário marcar um encontro com a digital influencer Roani da Silva Sampaio, dentro da sua casa. Na ocasião, a influencer Roani e seu namorado, Francisco Moisés, foram presos acusados de participação na emboscada ao empresário.

Foto: Reprodução/WhatsAppSoldado foi flagrado por câmeras de segurança da casa do empresário
Soldado foi flagrado por câmeras de segurança da casa do empresário

O crime estava sendo investigado pelo 12º Distrito Policial de Teresina, que transferiu as investigações para o GRECO na última segunda (15). De posse da identificação dos outros dois suspeitos, os policiais civis conseguiram prender o soldado da PM e o empresário por participação no assalto.

Entenda o caso

A digital influencer de São Luís-MA, Roani da Silva Sampaio, foi presa pela Polícia Militar do Piauí, acusada de participação em um arrastão na residência do empresário José Abel Modesto Paes Landim, com quem ela havia marcado um encontro, na própria casa da vítima, localizada no bairro Planalto Ininga, zona leste de Teresina, no dia 12 de fevereiro.

Foto: Reprodução/InstagramRoani Sampaio
Roani Sampaio

De acordo com o relato do empresário à Polícia Civil, ele havia marcado um encontro com Roani Sampaio, que mora em São Luís e chegou a sua casa por volta de 16h15. Cerca de 50 minutos depois, o empresário contou que foi surpreendido pelos bandidos tentando arrombar a porta do seu quarto. Diante da ameaça, o empresário resolveu abrir a porta e foi amarrado pelos pulsos com uma algema de plástico, por um dos assaltantes. Em seguida ele recebeu vários chutes, coronhadas no pescoço e na cabeça. Ele contou ainda que foi torturado pelos bandidos, que fizeram “roleta russa” com a arma de fogo.

Juiza negou liberdade a digital influencer

A juíza Ana Lúcia Terto Madeira Medeiros, da Vara Núcleo de Plantão, negou pedido de liberdade ou substituição da prisão preventiva feito pela defesa da digital influencer Roani Sampaio, presa na última sexta-feira (12) acusada de realizar um assalto na casa do empresário Abel Landim, na zona leste de Teresina. A decisão foi dada no dia 13 de fevereiro.

No pedido, a defesa alegou que a digital influencer é mãe de um filho de 1 ano e 4 meses e, portanto, faz jus a prisão domiciliar como determina a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal. Além disso, argumentou que a requerente é primária, bons antecedentes e residência fixa.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.