GP1

Polícia

Delegado geral Luccy Keiko cria a Delegacia de Homicídios de Picos

A delegacia será responsável por crimes de homicídio, latrocínio, tráfico e uso de entorpecentes.

O delegado geral de Polícia Civil do Piauí, Luccy Keiko, assinou portaria nesta terça-feira (20) criando a Delegacia de Homicídios, Tráfico de Drogas e Latrocínio (DHTL), no município de Picos. A autorização para criação da delegacia foi publicada no Diário Oficial, no último dia 25 de março.

Clique aqui e confira a portaria

A partir de agora, a delegacia está encarregada de investigar e apurar crimes contra a vida, incluindo latrocínio tentado ou consumado (envolvendo também menores vítimas e idosos), tráfico ilícito e uso de entorpecentes.

Foto: Hélio Alef/GP1Luccy Keiko
Luccy Keiko

Com isso, foi estabelecida uma nova divisão nas investigações por unidades policiais de Picos. O 1º Distrito Policial, que antes era responsável por toda e qualquer investigação criminal da cidade, agora será responsável pelos crimes contra o patrimônio, contra fé pública, e por todos os procedimentos policiais dos municípios de Santana do Piauí, Monsenhor Hipólito, Geminiano, Bocaína e Aroeira do Itaim (incluindo Cartas Precatórias).

Já o 2º Distrito Policial está encarregado de cuidar dos crimes contra a administração pública; crimes previstos no Estatuto do Desarmamento; atos infracionais praticados por crianças e adolescentes; crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente; e crimes previstos na Lei nº 9.506/1996, sendo eles crimes de trânsito.

Além disso, a Delegacia da Mulher, do município de Picos, fica responsável pela investigação de crimes envolvendo violência contra mulher, baseada em gênero, incluindo feminicídio; e apuração dos casos também contra criança ou adolescente. Esta delegacia é responsável também por todos o procedimentos policiais nas cidades de Santo Antônio da Lisboa, São João da Canabrava, Itainópolis, Vera Mendes e São Luís do Piauí (incluindo Cartas Precatórias).

Picos consta ainda com a Delegacia Regional e a Central de Flagrantes, que vão permanecer com suas devidas funções.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.